Categories
Uncategorized

Iveco Veículos de Defesa assina contrato com o Exército Italiano para o fornecimento de veículos Centauro II

Iveco Veículos de Defesa  acionista do Consórcio Iveco-Oto Melara (CIO), anunciou a assinatura de um contrato com o Ministério da Defesa Italiano para o fornecimento de dez unidades do veículo blindado Centauro II MGS (Main Gun System).

A cerimonia que marcou a assinatura do contrato contou com a presença do Chefe do Estado-Maior do Exército Italiano e do Diretor de Armamentos Terrestres. Este pedido constitui a primeira aquisição dos veículos Centauro II MGS (Main Gun System) pelo Exercito Italiano e engloba alem dos veículos em si todo uma gama de suporte logístico e treinamento de pessoal. O valor do contrato referente ao primeiro lote esta orçado em 159 milhões de euros. Essa é a primeira aquisição do Centauro II pelo Exercito Italiano que pretende encomendar um total de 136 unidades do veículo. 

O Centauro II foi desenvolvido em conjunto pela IVECO e OTO Melara atendendo a um requisito do exército italiano. O primeiro protótipo ficou pronto em 2015, e foi apresentado pela primeira vez ao público em 2016. O veiculo, destina-se a realizar reconhecimento tático, apoio de fogo de unidades de combate e tarefas de defesa de território. Pode escoltar comboios e ser usado para missões de patrulha. Como apoio de fogo, é um dos mais capazes nesta classe. A maioria dos outros veículos são limitados por seu chassis 6×6 e carregam armas menores de 105 mm.

Equipado com uma torre OTO Melara HITFACT, é capaz de fornecer o mesmo poder de fogo da maioria dos MBTs mais modernos. Com capacidade para 40 munições, a arma de 120 mm é alimentada por um novo sistema de carregamento automático. A munição é armazenado em compartimentos isolados. Dependendo dos requisitos do cliente o Centauro II pode ser equipado com uma arma L52  105 mm.

O Centauro II é operado por uma tripulação de 4 homens, o comandante, o artilheiro, o motorista e um carregador, que vai alimentar a arma principal manualmente no caso de o carregador automático falhar. Este novo veículo de apoio de fogo é alimentado por um motor turbo diesel IVECO VETOR 8V com 720 cv. Pesando 30 t, o Centauro II não é anfíbio.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=swoYkSP9lMQ[/embedyt]

Categories
Defesa Rússia Tecnologia Traduções-Plano Brasil

"Tiger" com proteção reforçada contra minas será apresentado este ano

Tradução e adaptação- E.M.Pinto
A Indústria de veículos  militares (VPK) está completando o trabalho para uma nova geração de veículos blindados 4×4 Gaz Tigr. O veículo está previsto para ser apresentado este ano, informou o serviço de imprensa da empresa.
“A modernização  do novo Tigr é conduzida para aumentar a resistência à explosões de minas e proteção balística do veiculo. O novo modelo possui uma maior capacidade de sobrevivência, mobilidade e  tração em qualquer tipo de terreno e uma maior capacidade de carga útil.” disse a empresa.

De acordo com as informações liberadas o novo veiculo terá maior proteção para nível de proteção   capaz de suportar impactos de projéteis perfurantes podendo variar de nível 2 até nível 4 segundo o padrão STANAG 4569 Anti-minas Nível 2B para 6 kg de explosivos no centro do veículo.

Os veiculos blindados  “Tiger” são utilizados para fins especiais e policiais militares na luta contra o terrorismo na Síria. Uma ameaça séria em tais conflitos são as emboscadas usando franco-atiradores e bombas improvisadas.
Nota do PB: A Russia já vinha trabalhando em uma nova versão do Gaz Tigr conhecido como Tigr-6A. Ele foi criado em 2011, desenvolvido para reduzir a ameaça representada pelas minas terrestres e pelos dispositivos explosivos improvisados. Seu projeto deu atenção especial para a proteção da tripulação, de modo que a célula da guarnição recebeu um maior nível de segurança. Os assentos não estão diretamente ligados ao piso, proporcionando uma capacidade de sobrevivência superior aos demais veículos da Família Tigr. Porem o mesmo se encontra em fase de protótipo onde vem realizando diversos testes porem, sem encomendas das forças russas. E muito provável que esse veiculo irá servir de base para a nova geração do Tigr.