Defesa & Geopolítica

Intervenção tem apoio de quatro em cada cinco no Rio

Posted by

Pesquisa aponta amplo apoio da população carioca à ação dos militares, mas apenas 20% acham que a situação melhorou após um mês de ocupação. Há ceticismo sobre esclarecimento da morte de Marielle.

Militär übernimmt Kontrolle in Rio de Janeiro (Reuters/P. Olivares)Militares patrulham favela no Rio de Janeiro

Após um mês em vigor, a intervenção federal no Rio de Janeiro tem o apoio de quatro em cada cinco moradores da cidade, mas apenas 21% acham que a situação melhorou com os militares nas ruas, segundo revela pesquisa do Instituto Datafolha divulgada neste domingo (25/03).

A pesquisa, que se concentrou apenas na cidade do Rio, aponta um apoio de 76% à intervenção federal de segurança pública, com 20% opinando contra a decisão do presidente Michel Temer – 5% dos entrevistados preferiram não se manifestar.

Pouco mais da metade dos cariocas se dizem otimistas de que as coisas vão melhorar ao fim da intervenção, mas 71% dizem ainda não terem visto melhoras. Para 36%, tudo continuará como era antes quando o Exército sair das ruas.

Em todas as regiões da cidade e em todos os segmentos socioecômicos, destaca a pesquisa, há apoio majoritário à intervenção. Há, por exemplo, apenas uma pequena diferença no apoio entre quem mora (78%) e quem não mora (75%) em favelas.

Igualmente não há variação na opinião pela cora da pele: brancos, pardos e negros apoiam em 76% a ação dos militares. O apoio, porém, é menor (70%) entre moradores do Rio com nível superior completo de estudos.

Por região, apoiam com menor peso a intervenção os moradores das áreas mais nobres do Rio (63%), discernidas no estudo como Zona Sul (mais Tijuca). O maior suporte aos militares está na Zona Oeste, com 81%.

Em comparação a uma pesquisa feita em outubro do ano passado, o apoio, de maneira geral, ao uso das Forças Armadas para fazer a segurança no Rio caiu, de 83% na época para 79% agora.

A sondagem do Datafolha também confirmou uma sensação crescente entre os cariocas: a de que muitos gostariam de deixar a cidade por conta da violência (73%). Mais de 10% afirmam que evitam sair à noite por medo da criminalidade.

Também foi indagado aos entrevistados se eles acreditavam que o assassinato da vereadora Marielle Franco seria esclarecido: apenas seis em cada dez disseram achar que os responsáveis serão presos.

A pesquisa foi feita entre as últimas quarta e sexta-feiras, em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, e ouviu mais de mil pessoas, com margem de erro de três pontos percentuais.

RPR/ots

Fonte: DW

23 Comments

  1. “A intervenção federal no Rio de Janeiro tem o apoio de quatro em cada cinco moradores da cidade.” Pesquisa enganosa.
    O brasileiro é a favor de tudo que não lhes atinja: é a favor da pena de morte, desde que seja contra os outros. É a favor da punição dos políticos corruptos, desde que seja dos partidos adversários. Acha que bola a mão é penalti, mas desde que seja contra o time adversário.E por ai vai.
    Lembram da lei que obrigava a todos serem doadores de órgãos? O FHC havia feito uma pesquisa e o resultado é que 75% aprovavam a doação compulsória de órgãos. Entretanto, quando a lei ia entrar em vigor a pressão foi tanta que o governo teve de alterar a legislação tornando a doação de órgão facultativa.
    Assim é essa pesquisa, enquanto os moradores do Rio de Janeiro não estiverem sofrendo nos cornos os efeitos da intervenção eles são a favor. Basta algum deles ser parado em uma blitz do exército para ficar contra a intervenção.
    Se fizerem pesquisa na favela, o resultado será amplamente contra a intervenção.

    • Falou o cara q provavelmente nunca subiu em uma ”favela”

      • Ele falou a verdade .. Brasileiro adora tapa nas costas , rasteira e etc … Realmente ele adora punir os outros mas quando se trata de si próprio sempre quer um jeitinho. Todo mundo tem o rabo sujo, na verdade precisamos de mudança,mas, mudança individual só assim atingiremos lá em cima.

      • Falei especificamente sobre “favelado” ser contra intervenção … Na verdade é o contrário … Reclama quem n vive a guerra ..e quem tá reclamando do preço das Drogas …q paga o triplo do valor da droga pra um mototaxi comprar a “erva” por medo dos “interventores” …. “Lembra da fala do ” General”? Dinheiro da erva e o mesmo.q financia o fuzil e aumenta a violência …ou do “tropa de elite” ..E a verdade …nua e clara pra cada um
        Quanto ao “jeitinho brasileiro” ..normal , ser humano é corrupto por natureza.e só respeita aquilo teme ..isso n se resume ao brasileiro apenas …o q nos falta sao leis claras e objetivas …nosso STF q o diga

      • Primeiro, tem que ser muito quadrupede pra achar que maconha sustenta trafico. Segundo, realmente, tem quem pague pra moto boy subir o morro pra buscar droga e quem geralmente faz isso é gente da zona sul, gente que inclusive entra na UFRJ e na Puc Rio com a mochila cheia de pó. Agora eu te pergunto, o exercito vai tocar em gente da zona sul? A policia vai tocar em gente da zona sul? Eu duvido muito, o favelado sofre nas mãos do trafico e sofre nas mãos dos militares. Denuncias sobre execuções não são novas. Enquanto isso playboy enche o nariz de pó e nada acontece.

      • talvez vc seja um usuário e quer tirar o corpo fora … mais sim .. bruto do dinheiro q financia a”guerra” do CV.. ADA etc etc .. vem sim de quem consome a droga .no ”bruto” a maconha , skunk e o pó .. o resto e so complemento …. e sim .. o pessoal q mais reclama da dita ”intervenção e o pessoal da zona sul .. sabe aquele politicamente correto ? pois entao ….estamos em guerra amigo .. guerra civil .. n adianta querer procurar absurdos pq essa a realidade ,nínguem esta a salvo …enquanto o pais n acordar pro tema vamos ficar nisso ai …bom seria adotar a tal tolerância zero por aki .. pro traficante .. pro assassino .. estuprador .. ladrão.. e usuario tb(q hj quer ser tratado com ”doente” ,, deveria ser tratado como traficante tb ) ….. so se respeita aquilo q se teme … e o resto e mera falácia …
        vai traficar ? vai roubar ? vai estuprar ?vai matar ? não ? quem n deve n teme . simples assim

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        Resposta para o muleque dazisquerdas:

        “Capa Preta
        29 de Março de 2018 at 17:41

        O povo so quer o direito básico de ir numa padaria, pegar um ônibus ou trabalhar sem levar um tiro de fuzil. E pedir muito? Logico que não.
        O que incomoda o povão não e crime organizado, mas sim noias dando facadas nas tias nos pontos de ônibus, arrastões em vias expressas, estupros, latrocínios etc. e isto se resolve e com penas duras e não a palhaçada judiciaria que hoje temos e faz o policial enxugar gelo.

        Porem a cortina de fumaça do governo do vice safado não resolve o problema, e só uma curativo ((Que apesar de não resolver, ja da alivio ao doente)

        O exercito e uma espada, a policia e um bisturi, o crime e um cancer, que sente pressão e com ações cirúrgicas e não uma decapitação, vão deixar os militares darem tiros de obuseiro e ponto 50 e depois tomarem os morros de assalto como foram treinados para fazerem? Logico que não. Conscrito de 18 /19 anos tomando xingo e cusparada em viela de morro não vai resolver nada.

        O que resolveria contra o crime organizado seria inteligencia e receita federal, o que parente de traficante tem em seus nomes? Comprovam renda e estilo de vida como? Tomem tudo, deixem com as roupas do corpo.Quem lava dinheiro pra esta gente? Duvido que morem em morros?!

        Outra coisa e governos e o povo pararem de dar ouvidos a canhotos que seguem claramente as teorias de Marcuse, consideram crime, banditismo, vandalismo e ate o terror como ferramentas revolucionárias, mas isto já esta mudando, diferentemente das decadas passadas eles não tem mais a hegemonia do discurso, graças…”…

  2. Pingback: Intervenção tem apoio de quatro em cada cinco no Rio | DFNS.net em Português

  3. Não acredito nesta pesquisa, não pode ser verdade, sacrificaram um peão por nada? Etaaaa isquerdista incompetente, o jeito é pedir uma intervenção chinesa, kkkkkk

    • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

      rsrsrsrsssss… os peões do baixo clero dazisquerdas não entendem o movimento por detrás dessas liquidações no varejo… rsrsrsrssss…

  4. Oque vc acha disso Maquineta tola? Pode isso gripe dr.

  5. BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

    Os 20% que são contra podem ser divididos entre militância da bandidagem, os jornalistas esquerdalhas, militância dos partidos dazisquerdas, dos parentes dos presos e traficantes e dos artistas globais… 1/5 da população brasileira não vale nada… é isso que conclui a pesquisa em tela…

    • Você fala muita besteira, deve ter probleminha. Um adolescente atrás de um computador… os liberteens e conservateens…

      • Vc prefere um adolescence atras de um bagulho ,atras de um pino ou atras de uma grade , vc eh mortadela Kkkk ,kiotario.

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        AUTO ANÁLISE, MuLEQUE ???… rsrsrsrsssss…

      • Engana-se cumpadre esse Blue Eyes Na Resistencia é um velho conhecido agente Illuminati de origem de sangue Ariana,supremacista branco,resumindo,um micróbio Nazistóide !

      • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

        rsrsrrsrsssssss… obrigado pelas deferências… vindas de um latrino semi analfabeto, isso muito me comove… rsrsrsrsrsssss… por isso que não me misturo com gentalha, como dizia a mãe do Kiko… GENTALHA, GENTALHA… rsrsrsrssrss… mas o que tem isso a ver mesmo com o tema INTERVENÇÃO ???… nada… como sempre… só azedando a matérias, né fascista tupiniquim dazisquerdas fétidas… ao menos fique no tema… e pare de me perseguir que sou CONSERVADOR e HÉTERO… rsrsrsrrsssss… NÃO VAI ROLAR… 🙂

  6. O povo so quer o direito básico de ir numa padaria, pegar um ônibus ou trabalhar sem levar um tiro de fuzil. E pedir muito? Logico que não.
    O que incomoda o povão não e crime organizado, mas sim noias dando facadas nas tias nos pontos de ônibus, arrastões em vias expressas, estupros, latrocínios etc. e isto se resolve e com penas duras e não a palhaçada judiciaria que hoje temos e faz o policial enxugar gelo.

    Porem a cortina de fumaça do governo do vice safado não resolve o problema, e só uma curativo ((Que apesar de não resolver, ja da alivio ao doente)

    O exercito e uma espada, a policia e um bisturi, o crime e um cancer, que sente pressão e com ações cirúrgicas e não uma decapitação, vão deixar os militares darem tiros de obuseiro e ponto 50 e depois tomarem os morros de assalto como foram treinados para fazerem? Logico que não. Conscrito de 18 /19 anos tomando xingo e cusparada em viela de morro não vai resolver nada.

    O que resolveria contra o crime organizado seria inteligencia e receita federal, o que parente de traficante tem em seus nomes? Comprovam renda e estilo de vida como? Tomem tudo, deixem com as roupas do corpo.Quem lava dinheiro pra esta gente? Duvido que morem em morros?!

    Outra coisa e governos e o povo pararem de dar ouvidos a canhotos que seguem claramente as teorias de Marcuse, consideram crime, banditismo, vandalismo e ate o terror como ferramentas revolucionárias, mas isto já esta mudando, diferentemente das decadas passadas eles não tem mais a hegemonia do discurso, graças.. .

    • BLUE EYES, NA RESISTÊNCIA says:

      Me lembrei daquela tal jornalista comuna que defende ideologicamente o crime como um meio de “justiça social”… a muito azisquerdas perderam completamente o pudor de defender a bandidagem… essa merecia o mesmo fim que a comuna carioca teve… quem defende bandido merece a visita de um…

      • Concordo plenamente. Se o individuo se cobrir de melado e sacudir um vespeiro, não um beijo de uma vespa exatamente o que vai ganhar.

  7. Titulo de materia enganoso,a maioria da população do Rio de Janeiro não é a favor da intervenção federal e sim favor do descontigenciamento imposto por Brasilia na segurança publica do Estado.
    Acrescimo de efetivo,investimento em material e dignidade ao policial.

shared on wplocker.com