Defesa & Geopolítica

Proposta de sistemas da BAE para construir o veículo Mobile Protected Firepower para US Army

Posted by

BAE Systems Mobile Protected Firepower (MPF) vehicle (Picture source BAE Systems)

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

A BAE Systems apresentou sua proposta ao Exército dos Estados Unidos a qual abrange a construção e teste do veículo Mobile Protected Firepower (MPF). O veículo se destina ao uso em nível de Equipe de Combate de Brigade de Infantaria (IBCT).

O MPF é um novo veículo de combate exigido pelo Exército para fornecer às IBCT uma plataforma protegida capaz de fornecer poder de fogo de precisão, combinado com a capacidade de se mover rapidamente em uma variedade de condições do terreno. “Nosso veículo MPF é o resultado de mais de 30 anos de pesquisa e desenvolvimento para construir um veículo de combate leve, de implantação rápida, projetado especificamente para apoiar a infantaria leve… Nossa oferta integra as tecnologias mais modernas em um projeto baseado no desenvolvimento, testes e lições aprendidas em nosso portfólio de programas de veículos de combate”. disse Jim Miller, diretor de Desenvolvimento de Negócios de veículos de combate da BAE Systems.

Os sistemas da BAE melhoram as capacidades dos veículos blindados M8 classificado por tipo, assim como outros programas anteriores em um sistema MPF totalmente integrado. Ao adicionar tecnologia moderna, a BAE Systems desenvolveu uma solução de baixo risco que possui um design maduro e as mais recentes inovações. Fornece um sistema de veículo altamente viável, letal, móvel e transportável para o IBCT.

A proposta da BAE apresenta soluções em todos os níveis, inclusive com o aumento da proteção do motor do veículo, um dado crítico para o perfil de operações do IBCT. “Nossa solução é construída em torno das necessidades do IBCT e das ameaças em evolução que enfrentam… É tão desdobrável como o outro equipamento do IBCT e é facilmente sustentado e mantido com recursos já orgânicos para o IBCT.

Nossa infantaria luta em terrenos próximos, áreas urbanas e locais remotos, de modo que um veículo menor e mais leve, ainda oferece proteção e letalidade superiores é essencial para o projeto de nossa oferta de MPF ” disse Miller. A BAE Systems desenvolveu e construiu um veículo que atualmente está passando por testes internos. A empresa enviará o veículo ao Exército em 2 de abril para se submeter a testes adicionais do governo dos EUA como parte do processo de avaliação de licitação.


Fonte: armyrecognition.com

5 Comments

  1. Pingback: Proposta de sistemas da BAE para construir o veículo Mobile Protected Firepower para US Army | DFNS.net em Português

  2. Larri Gonçalves says:

    Na minha modesta opinião este CC “leve”, seria ideal para substituir os leopard 1 A5 no futuro próximo, pois é um veículo “leve” e com grande mobilidade podendo ser deslocado em unidades expedicionárias para qualquer parte do Brasil por via aérea, via fluvial ou marítima, pois CC tradicionais pesados como leopard 2, Abrams, Leclerc, Ariete, T-90 e outros tem um óbice, que é seu peso demasiado grande, dificultando sua mobilidade e transporte por via terrestre, naval ou aérea, bem que o EB poderia estudar em detalhes esse bichão, afinal a BAE Sistems já é uma fornecedora tradicional das FFAA brasileiras, quem sabe um acordo para produzi-lo aqui no Brasil, quem sabe!

    • Larri,

      Uma ideia defendida por muitos entusiastas e até alguns especialistas, passa pela concepção de um carro de combate que derive de um VCI. Dessa forma, seria possível padronizar uma força blindada com um único chassi, que daria origem a um CC, VCI e VBTP.

      Mesmo que não goste desse conceito, o fato é que os custos crescentes poderão determinar algo desse gênero para as futuras gerações de carros em países medianos. Mesmo algumas das grandes potencias poderão ser induzidas e enveredar para um mix de carros pesados e carros mais leves, sendo que esses últimos seriam enquadrados nessa proposta de CC+VBTP+VCI.

      Opções já estão a mesa a tempos… Talvez a mais interessante até aqui seja o CV-90120-T, que é um derivado do CV-90, e do qual os poloneses estão desenvolvendo seu carro de nova geração PL-01.

  3. Ferreira Junior says:

    Leigo sou, mas o desenho do Osório, entre outras coisas, para mim dá de goleada nesse blindado.

shared on wplocker.com