Defesa & Geopolítica

Rumores do envio de dois caças Su-57 (PAK FA) para a Síria

Posted by

Tradução e aptação: ARC- Plano Brasil

Moscou. 22 de fevereiro. INTERFAX – Dois caças de quinta geração da Rússia, o caça Su-57 (T-50, PAK FA) foram transferidos para a Síria, informaram fontes internas do canal de notícias Interfax nesta quinta-feira.

“Eles realmente estão lá”, disse uma fonte, comentando relatórios sobre a chegada de dois Su-57 na base aérea de Khmeymim.

Os interlocutores da agência não especificaram o propósito de deslocar estes protótipos para a Síria. No entanto, uma das fontes lembrou que o avião realiza neste momento os testes de armamentos, assumindo entre outras justificativas, que pode se tratar de um teste de armas.

O Presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação, Viktor Bondarev, disse na quinta-feira que não tem conhecimento da informação do envio dos Su-57 para a Síria.

 “Não fomos informados a respeito disso”, disse Bondarev aos jornalistas, respondendo a uma pergunta da Interfax até recentemente.

A informação de que dois caças SU-57 foram mobilizados para a Síria gerou um alvoroço mundial, sobre os reais propósitos deste remanejamento.

A busca por confirmações começou após publicações na internet, de fotos e vídeo de um alegado amador da chegada dos dois Su-57 junto a quatro caças Su-35, quatro Su-25, além de uma avião AWACS A-50U à base russa na Síria.

Esta informação também foi confirmada ao notícias Kommersant, pelo gerente superior de uma das empresas do setor de defesa, bem como uma fonte nas agências militares. Conforme relatado, os militares russos transferiram os protótipos para dar continuidade aos testes. Vale lembrar que o décimo protótipo Su-57 decolou pela primeira vez em 23 de Dezembro de 2017, já portando o novo motor até então chamado Izdelie-30.

Em fevereiro, o vice ministro da Defesa, Yury Borisov, disse aos repórteres sobre o início dos testes operacionais e de combate do Su-57. Em 24 de janeiro, o diretor-geral da Tactical Missile Armament Corporation (KTRV) Boris Obnosov disse em uma entrevista à Interfax que, em um futuro próximo, as armas para o PAK FA seriam testadas.

Anteriormente,  Obnosov informou que, novos mísseis e armas inteligentes estavam sendo desenvolvidas para o caça de quinta geração. 
“O T-50 receberá seis mísseis totalmente novos em 2017 e mais seis em 2020. O Su-57 é um caçar russo multifuncional da quinta geração, desenvolvido pelo Sukhoi Design Bureau. O primeiro voo da PAK FA ocorreu em 29 de janeiro de 2010 em Komsomolsk-on-Amur.Outra possível justificativa do envio do caça para a região, seria o de testa-lo no clima típico da região.
Alguns leitores perguntaram o que um protótipo estaria fazendo numa zona de conflito, a pergunta é realmente muito pertinente porém, cabe relembrar que a URSS e a Rússia já enviaram protótipos para serem avaliados em regiões de conflito no passado. Inicialmente o Protótipo do SU 25 foi testado no Afeganistão e os protótipos do Ka-50 e SU-34 no conflito da Chechênia.

Até a publicação desta matéria, o Ministério da defesa não havia confirmado o envio dos protótipos do caça Su-57 à Síria.

 

Observação: os destaques em negrito são de responsabilidade do editor desta matéria.

Fonte: Interfax e Kommersant

14 Comments

  1. Otimo Local para testar a Aeronave e seu pacote de Sensores e [ talvez ] Armas.

  2. Interessante

  3. Pingback: Rumores do envio de dois caças Su-57 (PAK FA) para a Síria | DFNS.net em Português

  4. A Russia como vem testando diversas armas na Síria, não seria diferente em testar o Su-57 também lá mesmo sendo protótipos, certamente iram testar sua furtividade e sensores contra caças da coalizão e não duvido em nada que possa acontecer um encontro entre o F-22 e Su-57 nos céus da Síria.

  5. Posso até estar enganado, mas se fosse para apostar eu apostava que é um fake. Não faz parte da cultura militar Russa ficar expondo equipamento assim de bobeira, e a troco de que ? Qual a necessidade de uma aeronave ainda em desenvolvimento em um cenário desses, sob o risco de tecnologia sensível cair em mãos inimigas.
    Já acho estranho os EUA estarem com os F22 pois F-16, F-15 e F-18 dão conta do recado com sobra.
    É fake.

    Sds

  6. Alguns leitores perguntaram o que um protótipo estaria fazendo numa zona de conflito, a pergunta é realmente muito pertinente porém, cabe relembrar que a URSS e a Rússia já enviaram protótipos para serem avaliados em regiões de conflito no passado. Inicialmente o Protótipo do SU 25 foi testado no Afeganistão e os protótipos do Ka-50 e SU-34 no conflito da Chechênia.

    Russos , são russos…..kkkkkk

  7. Se aumentassem o número de $u35 faria mais sentido militarmente , porém acredito no envio , a intenção é criar uma distração para a imprensa , e carimbalo com o tal “testado em combate” !!!!!!

  8. Já vi vídeos de regiões agrícolas russas com este tipo de cultura , nectarinas ,ameixas , na crimeia tá cheio destas culturas !

  9. “Posso até estar enganado, mas se fosse para apostar eu apostava que é um fake. Não faz parte da cultura militar Russa ficar expondo equipamento assim de bobeira, e a troco de que ? Qual a necessidade de uma aeronave ainda em desenvolvimento em um cenário desses, sob o risco de tecnologia sensível cair em mãos inimigas”.

    A troco de quê?! Simples: Testar sistemas,aviônica,testar armas ou integrá-las,testar sua eficiência em outro clima,detectar deficiência e dar um novo upgrade como fizeram com seus irmãos SU-30/34/35S e com o MI-28.

    Não me surpreenderia se os russos ainda mandassem o MiG-35 para lá…

  10. Não faz muito sentido a presença do SU-57 na Síria. Acho que é falso esse vídeo aí.

  11. Cesar A. Ferreira says:

    Não é um rumor… Parece que é verdade. Os russos enviaram protótipos para testes de armas…

  12. É um teste, uma propaganda e uma demonstração de força, eles vão querer aproximar o Su 57 junto ao F 22, e outros caças ocidentais para testar sua capacidade de chegar perto sem ser detectado e demonstrar a capacidade da industria russa.

  13. E os militares brasileiros desperdiçaram a oportunidde de participar do desenvolvimento desse belo avião. Deve ter sido para não desagradar ao grande “irmão do norte”. Quanta viralatisse impera nesse pais.

    Ver a matéria publicada em http://www.aereo.jor.br/2014/03/24/proposta-da-russia-ao-brasil-para-construir-juntos-caca-de-quinta-geracao-ainda-esta-de-pe/ onde afirma que:
    “A Rússia convidou o Brasil para trabalhar em conjunto no desenvolvimento e produção de caça de quinta geração tipo T-50, anunciou hoje o diretor da agência federal de cooperação técnica militar, Alexander Fomin.”
    “Infelizmente, o caça russo Sukhoi perdeu a concorrência no Brasil para a compra de 36 caças polivalentes, mas a proposta sobre a co-produção de um caça do tipo T-50 ainda está de pé”, disse Fomin à RIA Novosti.

  14. Os detratores do programa estão Ptíssimos da vida. Estão dizendo que a Rússia está em desespero e que esta é a última cartada que ela possui para não perder a Síria, e que mimimi, mimimi, mimimi.

    Fato é: os Russos vão TESTAR seu avião AINDA EM DESENVOLVIMENTO. E como estes mesmos detratores torcem para a falência do programa, os mesmos agora inventam boçalidades e interpretações equivocadas sobre o evento.

    Mas como dizem por aí: a caravana passa…

    E quanto ao avião, que o cenário Sírio sirva de testes e aprimoramentos para o programa Russo.

    Sds.

shared on wplocker.com