Categories
Uncategorized

EXÉRCITO DOS ESTADOS UNIDOS CEDE À OSHKOSH DEFENSE CONTRATO PARA A FAMÍLIA DE VEÍCULOS FMTV A2

Tradução e adaptação  Plano Brasil

O projeto de veículo FMTV A2 da Oshkosh atende à necessidade do Exército dos EUA de um veículo com capacidade aumentada de carga útil, melhor capacidade de sobrevivência, qualidade de tráfego, mobilidade e capacidade off-road.

OSHKOSH, Wisconsin. (7 de fevereiro de 2018) – A Oshkosh Defense, LLC, uma empresa do grupo Oshkosh Corporation (NYSE: OSK), anunciou hoje que o TACOM, Tank-automotive and Armaments Command e LCMC, Life Cycle Management Command unidades do Exército dos EUA da divisão de armamentos e avaliação de ciclo de vida, definiram um contrato de exigências de preços fixos que abranja até sete anos de pedidos para a variante A2 da família de veículos táticos médios (FMTV). O valor do contrato estimado inicial é de US $ 476 milhões, o qual, não limita a quantidade de veículos que o Exército, permitindo posteriors aquisições.

“Estamos honrados que o Exército dos EUA tenha selecionado a Oshkosh Defense como o vencedor do contrato pata a produção FMTV A2”, disse Pat Williams, vice-presidente e gerente geral do Amy& Marine Corps Program da Oshkosh Defense.

“Com o Oshkosh FMTV A2, nossas tropas receberão a família de veículos táticos médios mais segura, mais capaz e confiável que este programa já tenha visto. Estamos totalmente preparados para construir a frota da próxima geração de FMTV, excepcionais e econômicas para servir nossas tropas em futuras missões “.

A Oshkosh Defense fabricou apoiou mais de 150 mil veículos táticos para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos e seus aliados. A Oshkosh foi premiada pela primeira vez com o contrato para a FMTV após uma avaliação competitiva em 2009 e, até o momento, entregou mais de 36 mil caminhões e trailers FMTV.
O Departamento de Defesa dos EUA reconheceu a Oshkosh Defense com o Value Engineering Achievement Award um prêmio pelas melhorias que resultaram em milhões de dólares em economia de custos para o Exército dos EUA, bem como melhor desempenho e confiabilidade.

“Como o fabricante em exercício, o design da FMTV A2 da Oshkosh possui partes comuns que resultam em manutenção, treinamento, apoio e eficiência de custo total para o cliente,” acrescentou Williams.

“A Oshkosh foi escolhida, dada a sua experiência de engenharia e fabricação da FMTV. E para executar o programa FMTV A2 da próxima geração, será usada a mesma linha de produção que vem construindo FMTV nos últimos oito anos”.

A Oshkosh Defense enviou a proposta do FMTV A2 em resposta à RFP (requisição para propostas) do Exército dos EUA que exigiu que os licitantes concebessem e produzissem uma frota de veículos FMTV A2 atualizada com carga útil aprimorada, proteção do chassis, qualidade de tráfego, mobilidade, potência do motor, eletrônicos, sistemas diagnósticos de falhas e segurança.

A geração futura FMTV A2 a ser fornecida pela Oshkosh será composta por 16 modelos e trailers associados capazes de transportar cargas úteis de 3,0 a 10 toneladas, capazes de desempenhar uma ampla gama de tarefas de apoio às missões de combate, esforços de ajuda, operações de logística e fornecimento de suprimentos.

“Temos uma equipe excepcional de profissionais que entregou um esforço de classe mundial para levar este programa da Oshkosh, ao status de destaque que este alcançou”, disse Williams.
“Estamos satisfeitos por ter sido selecionados por esta oportunidade para continuar a garantir que nossas tropas tenham o melhor equipamento possível para completar suas missões e voltar para casa com segurança”.

 

Fonte: Oshkosh Defense

Categories
Uncategorized

Rheinmetall e Sikorsky assinam acordo para oferecer CH-53K na Alemanha

O grupo alemão Rheinmetall e o fabricante americano de helicópteros Sikorsky assinaram um acordo para competir no programa “Schwerer Transporthubschrauber” (STH), que visa a obtenção de um novo helicóptero pesado para a Luftwaffe, a fim de substituir os atuais CH-53G (Photo: Rheinmetall). As empresas oferecerão o modelo CH-53K. O CH-53G já está em serviço na Alemanha há 45 anos; já o CH-53K será introduzido como aeronave totalmente operacional no inventário do U. S. Marine Corps em 2019.

 

Fonte: S&D