Defesa & Geopolítica

Soldados russos receberão novos fuzis AK-12 e AK-15

Posted by

Novos fuzis Kalashnikov serão a principal arma de pequeno calibre das Forças Armadas do país e comporão o equipamento de combate Rátnik.

Na última segunda-feira (29), o Consórcio Kalashnikov recebeu o direito para fornecer os novos fuzis AK-12 e AK-15 às Forças Armadas russas. O armamento comporá o equipamento de combate Rátnik (“guerreiro”, em português), também conhecido como “soldado do futuro”.

À primeira vista, o novo AK-12 parece uma versão modificada do AK-74. O novo fuzil usa o mesmo cartucho, de calibre de 5,45 mm, mas apresenta paramentos melhores que seu antecessor.

O AK-12 recebeu trilhos Picatinny integrados para a instalação de equipamentos adicionais e tem mira mecânica, com uma linha de pontaria mais extensa.

Além disso, o cano do fuzil foi adaptado para disparar granadas de fabricação estrangeira.

 

O AK-12 também recebeu carregadores em forma de caixa, com capacidade para 30 a 60 cartuchos, e carregadores tipo tambor, com capacidade de 95 cartuchos. Devido à nova forma dos carregadores, os soldados também poderão ver quantos cartuchos já foram disparados.

Segundo especialistas militares, os novos fuzis da Kalashnikov mantêm caraterísticas marcantes do AK-47 e AK-74: simplicidade na concepção, alta confiabilidade, elevada resistência operacional e preço relativamente baixo.


Os novos fuzis podem disparar em fogo seletivo, ou seja, tiros ininterruptos, tiros automáticos e rajadas curtas de dois ou três tiros.

A única diferença técnica entre o AK-12 e AK-15 é o tipo de cartucho. O AK-15 usa cartuchos mais poderosos, de calibre de 7,62 x 39 mm (como o AK-103 e o AK-47).

Fonte: Russia Beyond

Edição: Plano Brasil

2 Comments

  1. Pingback: Soldados russos receberão novos fuzis AK-12 e AK-15 | DFNS.net em Português

  2. Arctic_Fox says:

    Na verdade ambos AK-12 e A545 (AEK-971) foram adotados, o AK-12 será usado por tropas regulares, devido a sua confiabilidade e facil manutenção, além de manter um mecânismo similar a geração anterior (AK74M), e o A545 por tropas especiais devido a sua maior precisão, cadência de tiro e coice nulo. Da mesma forma que os americanos usam o M4 nas tropas regulares e o SCAR para a SOCOM.

    [Minha opinião] A verdade é que o AK74M é uma arma tão eficaz que facilmente poderia ser extendido seu tempo de serviço para mais 5 ou 10 anos, com apenas algumas modificações simples com enfoque em deixar-la mais modular (trilhos, coronha retrátil, etc…) O fuzil é excelente em todos os aspectos: robustez, manutenção simples, precisão, controlabilidade. O AK74M de fato tem um pouco menos precisão que a plataforma AR15 mas se compararmos a diferença de robustez e facilidade de manutenção de ambos veremos que é um sacrificio mais que justo trocar um pouco de precisão por uma diferença substâncial nos dois pontos aqui anteriormente citados.

    O calibre 5.45 também se mostrou muito eficaz, tendo uma penetrabilidade maior que o 5.56 consequentemente sendo mais letal, porém se mostrou mais propício a a desviar a trajetória ao passar por arbustos e vegetações em geral (Que é onde entra o 7.62 que neste quesito é superior à ambos 5.45 e 5.56).

shared on wplocker.com