Defesa & Geopolítica

Exército russo aguarda os novos T-14 Armata

Posted by

A fabricante Uralvagonzavod, que responde pela produção dos novos tanques T-14 Armata, ainda não confirmou a data nem o volume de entrega dos veículos militares encomendados pela pasta da Defesa russa no final do ano passado.

NIKOLAI LITÔVKIN

Novos modelos foram encomendados pelo Ministério da Defesa do país no final de 2017.

De acordo com a empresa, o preço de cada tanque (250 milhões de rublos, ou cerca de R$ 14 milhões) poderá sofrer redução.

Além disso, embora a versão básica do T-14 possua um canhão de 125 mm, os novos modelos poderão ser equipados com uma arma de 152 mm.
 .

O tanque será capaz de realizar até dez disparos por minuto e atingir alvos a 7 quilômetros de distância; paralelamente, seu análogo americano Abrams pode disparar apenas três vezes por minuto e tem alcance de 4,6 km.

Os tanques russos serão equipados ainda com um sistema de radar próprio e terão vantagens específicas em termos de mira e controle de tiro. Isso permitirá que o T-14 atinja aeronaves e intercepte foguetes e mísseis inimigos.
.
Veja especificações:
.
.
Edição: Plano Brasil

4 Comments

  1. Pingback: Exército russo aguarda os novos T-14 Armata | DFNS.net em Português

  2. Agenor says:

    Tanque grande, pesado, com tecnologia de ponta, estrutura inteligente, armamento eficiente… É os russos sabem fazer blindados.

  3. Sergio Luis says:

    O que me chama a atenção é o valor, 250 milhoes de rublos ou 4.447 milhoes de dolares. Metade do valor de qualquer CC atual.

  4. Sergio Luis says:

    Em vez de substituirmos os Leopard 1 pelos Leo 2A4 (fazendo upgrad ainda, aumentando o custo para mais de 4.5 milhoes de dolares cada), deveriamos pedir a fabricação sobre licença dos T-90MS, que custam 4.35milhoes por um CC novo e mais atualizado (considero a eletrônica do T-90MS superior ao dos Leopard 2A%, ficando somente os do 2A7 em semelhança), a um custo muito, mas muito mais baixo, alem de ser um CC novo e não um upgrad de um veículo construído na decada de 80 e meados da decada de 90. (entre 23 e 30 anos atrás)

shared on wplocker.com