Defesa & Geopolítica

As corvetas polivalentes do projeto Karakurt

Posted by

A Rússia acaba de lançar à água uma nova corveta de mísseis do projeto Karakurt (viúva-negra-mediterrânica). Quais são as vantagens dessas pequenas “aranhas” furtivas que, de acordo com a OTAN, representam uma ameaça real para os grandes navios ocidentais?

As corvetas de mísseis furtivas do projeto 22800 Karakurt, uma das quais, com o nome de Taifun, foi lançada à água na sexta (24) em São-Petersburgo, possuem a velocidade de um destróier, o poder de fogo de um cruzador e a furtividade de um submarino, indica a mídia russa.

Os novos navios incialmente surgiram para proteger as zonas costeiras, mas os seus predecessores do projeto 21631 Buyan-M (as corvetas Uglich, Grad Sviyazhsk e Veliky Ustyug) mostraram que o seu potencial é ainda maior. Eles destruíram posições do Daesh na Síria com mísseis de cruzeiro Kalibr-NK a uma distância de 2,5 mil km.

O sucesso destes ataques forçou a OTAN a reconhecer que estas corvetas de mísseis são mesmo capazes de destruir navios de guerra grandes.

No entanto, os engenheiros militares russos encontraram várias possibilidades para melhorar as capacidades destes navios. As corvetas polivalentes do projeto Karakurt possuem uma autonomia de 15 dias, o que é 50% mais do que a dos navios do projeto Buyan-M e permite realizar missões de longa duração.

Além disso, os cascos do Taifun e Uragan, primeiro navio da classe Karakurt lançado à agua em julho de 2016, foram produzidos com o uso de tecnologias furtivas. Estas duas embarcações de 65 metros de comprimento e apenas 10 metros de boca são alvos difíceis de seguir mesmo para os melhores mísseis antinavio ocidentais.

As duas corvetas novas possuem uma proteção melhor contra ataques aéreos. Elas são dotadas de canhões antiaéreos AK-630M. A corveta Shtorm e outros navios do projeto, que estão agora em construção, vão ser armados com uma versão naval do sistema antiaéreo Pantsir-M capaz de atacar quatro alvos em simultâneo.

Os canhões duplos de seis tubos do Pantisr-M podem realizar mais de 10 mil disparos por minuto e seus mísseis 57E6E podem abater alvos aéreos e mísseis antinavio a uma distância de até 20 km.

Mas os sistemas de lançamento de mísseis antinavio P-800 Onyx e de mísseis universais Kalibr-NK, destinados a destruir alvos terrestres, são as armas principais das novas corvetas do projeto Karakurt. Os navios Buyan-M são dotados só de mísseis Kalibr.

Os Karakurt provam ser muito eficazes em formação naval. Três navios desta classe podem lançar 24 mísseis de precisão Kalibr, cada um com uma ogiva de 400 kg, enquanto um cruzador norte-americano da classe Ticonderoga lança 26 mísseis de cruzeiro Tomahawk com o mesmo alcance operacional. Além disso, um cruzador norte-americano desta classe custa um bilhão de dólares, um custo suficiente para construir 30 corvetas russas.

Os lançamentos de mísseis permitem localizar os navios, mas as corvetas Karakurt podem rapidamente alterar a sua posição se movendo a uma velocidade de 30 nós, o que permite evitar um ataque do inimigo.

The National Interest já notava em 2015 que “o ataque de uma corveta com 8 mísseis Kalibr-NK é mais maciço do que o da fragata da Marinha norte-americana Oliver Hazard Perry e o navio russo possui uma capacidade de ataque maior do que qualquer navio costeiro norte-americano”.

 

Espera-se que as corvetas Taifun e Uragan sejam entregues à Marinha da Rússia em 2018. Os 6 outros navios de guerra desta classe estão agora em construção.

Fonte: Sputnik

Edição: Plano brasil

 

11 Comments

  1. Pingback: As corvetas polivalentes do projeto Karakurt | DFNS.net em Português

  2. Essas corvetas são mais bem armadas do que as nossas fragatas.

    • Gil says:

      Eles usam seus barcos para defesa, a gente de guarda costeira.

  3. kleslei da silva jesus says:

    ESSE TIPO DE NAVIO QUE O BRASIL TEM QUE ENCOMENDA

  4. Poder de fogo incrível para seu porte.

  5. Leandro mendes says:

    33 milhoes de dólares por unidade. Aham. Só os mísseis que essas corvetas carregam devem custar isso.

  6. Ernesto Rodrigues Gontijo says:

    Apesar de possuir excelentes armamentos, esse navio com 65 metros de comprimento, é muito pequeno para ser classificado como Corveta.

  7. elas são em tamanho e deslocamento muito próxima da visby sueca e do projeto israelense sa’ar 72

  8. Gilbert says:

    Essa conversa de custo 30 para 1 me parece meio exagerada mesmo se fosse chinesa

    • Rprosa says:

      Devemos levar em consideração que diferentemente de muitos países a industria militar russa é praticamente autossuficiente, não dependendo desta forma do pagamento de royalties ou mesmo da importação de máquinas e equipamentos, da mesma forma todos os custos de produção russo são mensurados em rublos e apena para comparação o valor de um rublo equivale a R$ 0,0549, desta forma, quando convertemos valores em dólares para rublos a diferença e gritante, novamente em termos de comparação alguns sites citam o custo de um caça SU-35 para a Rússia em 27 milhões de dólares, enquanto um Rafale ou Typhoon pode atingir a cifra de 140 milhões.

      Desta forma, o custo de produção russo e muito mais barato de que o custo de produção ocidental em média, assim como o custo de produção na China e muito mais barato que produzir nos EUA, agravado a estes fatores devemos lembrar que matérias prima, energia carvão etc. são abundantes na Rússia, o que novamente diminui o custo de produção, apenas por exemplo o titânio utilizado pela industria aeronáutica americana e de procedência russa.

  9. PÉ DE CÃO says:

    vou ser chato mas vou falar a verdade
    os russos se armam para guerra
    o brasil apenas tem seus meios para servir de bucha de canhao para alguma potencial
    tem medo de se armar tem medo de armar o proprio povo
    no exercitose aprende a ter medo do povo o povo e o perigo 💀
    proteger o pais do proprio povo e tipo assim a logica
    nas manifestaçoes dos vinte centavos e dos camisa da cbf eu ate imaginei que esse pensamento seria o correto
    mas vejamos nos somos 200milhoes e juntando os vinte centavos e os camisa da cbf nao dava 15 milhões
    a nação mesmo nao participou de porcaria nenhuma de manifestaçao estava trabalhando e tomou o golpe

    os russos estao corretos se armam ate os dentes ja o brasil parece que perdeu a segunda guerra e assinou algum tratado escondido ai pois tudo meia boca
    seculo 21e misseis e aviação de caça e helis transporte satelite
    que querem vender o que nem foi pago ainda
    e o eb , so fazendo ordem unida ,
    juizada tocando o fodase total , uma geração de atraso e o eb pagando de hierarquia , humildao demais vira bolsa

shared on wplocker.com