Defesa & Geopolítica

SpotLite M da israelense Rafael

Posted by

Rafael Advanced Defense Systems Ltd

O SpotLite M da Rafael é um detector HFD eletro-óptico (Detecção de fogo hostil) provado em combate.

 

6 Comments

  1. Pingback: SpotLite M da israelense Rafael | DFNS.net em Português

  2. Desnecessário dizer como é impressionante a capacidade de Israel desenvolver sistemas modernos de combate.

    Há uma massa crítica de profissionais altamente especializados, e também algo imprescindivél que é a clareza de raciocinio por parte das autoridades, da real necessidade de se investir no desenvolvimento ciêntifico, tecnológico do país.

    Porque não é apenas na área de material bélico que Israel é desenvolvido. Há muitas outras áreas em que eles são extremamente avançados.

    Oxalá nossas autoridades tivessem pelo menos 60% da seriedade que os israelitas tem em relação ao desenvolvimento de pesquisas cientificas.

    Grato

    • É meu caro PRAEFECTUS! E pensar que aqui no PB tem um comunista e um palhaço caricato cujas profissões de fé se resumem a atacar o Estado de Israel…..

      • Passando aqui só para lembrá-lo que Israel passou mais de 10 ANOS dizendo que precisaria atacar as usinas nucleares Iranianas para conter a ameaça retórica do mesmo… mais de 10 ANOS dizendo que ia e não foi! Por muito menos, mas por muito menos, mas por muito menos, Israel já teria atacado algum país Árabe por qlq coisa q ele achasse no mínimo do mínimo suspeito.

        FATO! Mais de 10 ANOS! 😉

        Mas não fica tristinho não tá. Logo logo apagam o meu comentário aqui….rs!

      • Xarliane, é você? Ou seria o (a) Brigadeiro Salomé?

      • Meu caro Anônimo,

        o amigo não está errado ao dizer nas entrelinhas que o Irã é um adversário degrau acima dos demais que ameaçam Israel, isso é fato.

        Agora, não é errado também ao meu ver, afirmar que Israel até aqui com sua retórica de ameaças, conseguiu de fato algum progresso. Afinal, neste exato momento Teerã não dispõe de sistemas nucleares em seu paiol. Fato é que, talvez sem a retórica levada a efeito por Israel teríamos um cenário bem diferente hoje. Se é que entende o que digo…

        Outrossim, durante este tempo todo, um fato relevante e verdadeiro, foi que Israel levou ao território do Irã missões de decapitação, eliminando uma série de elementos que com toda a certeza fizeram e fazem falta ainda hoje ao programa nuclear iraniano. Outro tipo de ataque levado a efeito contra Teerã foram ataques cibernéticos…

        Assim sendo, digo sem medo de errar que, houve sim ataques, não necessariamente de fato como o amigo colocou, mas, que houve, isso é inegável.

        Abraço!

shared on wplocker.com