Menu
Seções
Executivo do Google alerta: China dominará inteligência artificial até 2030
3 de novembro de 2017 China

 

Eric Schmidt, o presidente da Alphabet, empresa-mãe do Google, advertiu que a China está no caminho certo para superar os EUA em inteligência artificial até 2025 e “dominar a indústria” até 2030 – a menos que as mentes americanas mudassem sua abordagem.
Os comentários vieram em resposta a Pequim, descrevendo sua estratégia de inteligência artificial (IA). Em um discurso perante o Centro de Inteligência Artificial da Nova Segurança Americana e Cúpula de Segurança Global, Schmidt elogiou a estratégia.

“Confie em mim. Estes chineses são bons”, disse ele. “É bastante simples. Em 2020, eles terão nos alcançado, até 2025, eles serão melhores do que nós, e até 2030, eles dominarão as indústrias da IA”.

Até o momento, a maioria dos principais avanços de IA vieram de organizações americanas. Os computadores Deep Blue e Watson da IBM demonstraram o poder de sistemas de aprendizado profundo, as sondas automatizadas da NASA, como Spirit e Discovery, exploraram a superfície de Marte com pouca assistência humana e empresas como a Ford e a General Motors lideraram a carga de veículos automatizados.

Mas isso não vai durar muito mais, de acordo com Schmidt — e ele não está feliz com isso.

“Nós não fomos responsáveis ​​pelo domínio da IA, em nosso país?” ele perguntou ao público. “Nós não fomos os que inventaram essas coisas? Não éramos nós que estávamos dispostos a explorar os benefícios de toda essa tecnologia para melhorar o excepcionalismo americano e a nossa visão pioneira?”.

Qual é a diferença entre a China e os EUA, de acordo com Schmidt? É simples: Pequim inventou uma estratégia nacional de IA e alocou o financiamento público necessário para que isso aconteça. Os EUA não fizeram nada. “Precisamos agir como um país”, disse ele. “A América é o país que lidera nestas áreas, há todas as razões pelas quais podemos continuar essa liderança”.

Schmidt atua como presidente executivo da Alphabet, Inc., além do presidente do Conselho de Invenção da Defesa (DIB), que reúne os principais mentes do Vale do Silício que se associou com o Departamento de Defesa dos EUA. O DIB, que inclui os principais nomes de empresas como LinkedIn e Instagram, o almirante aposentado William McRaven e o astrofísico Neil DeGrasse Tyson, tem como objetivo ajudar o Pentágono a se tornar mais inovador e adaptável em um mundo em rápida mutação.

O plano da China inclui aplicações comerciais e militares para IA. Schmidt aconselhou o Pentágono a acelerar os próprios programas. Ele disse que explicou ao ex-secretário da Defesa Ashton Carter e ao atual secretário James Mattis o quão crucial é a vantagem tecnológica em inovação em tempo de guerra.

“O problema é que todos podem entender alguma coisa, mas eles não podem agir coletivamente. [Esse] é o tipo de problema central de governança, então você precisa encontrar maneiras de conseguir recursos”, disse Schmidt. “Se estivéssemos em uma grande guerra com um grande adversário, tenho certeza de que as regras seriam diferentes, mas agora, os procedimentos de planejamento e assim por diante, na minha opinião, levam muito tempo”.

Em suma, o uso chave da automação seria realizar tarefas monótonas, mas cruciais. Schmidt apontou que uma máquina é inerentemente mais adequada à tarefa de, por exemplo, realizar diagnósticos em um tanque. Nunca está aborrecida ou cansada, não precisa fazer pausas e pode alertar instantaneamente aos humanos se algo acontecer.

O executivo também deu uma razão pouco ortodoxa para que os EUA normalizem as relações com um rival de longa data. “Algumas das melhores pessoas estão em países cujos cidadãos estamos banindo. Você preferiria que eles construíssem IA em algum outro lugar ou, em vez disso, o façam aqui?” Schmidt perguntou. “O Irã produz alguns dos melhores cientistas da computação do mundo, e eu quero eles aqui. Para ser claro, eu quero que eles trabalhem para a Alphabet e o Google”.

Fonte: Sputnik

Edição: Plano Brasil

 

 

"55" Comments
  1. É briga de gente grande .. também os russos já entraram nessa de cabeça … e quem diria heim … até os norte coreanos já deu uns cascudos nos bam-bans da net .. o mito tão endeusado.. já era … foi quebrado um paradigma

    • Tem os indu também!

      • “O Irã produz alguns dos melhores cientistas da computação do mundo, e eu quero eles aqui. Para ser claro, eu quero que eles trabalhem para a Alphabet e o Google”.

        ———

        E pela própria matéria, os iranianos também não estão parados…

      • Ainda assim os “alguns dos melhores cientistas da computação do mundo” foram incapazes de impedir o senhor estrago que o Stuxnet fez nas centrais nucleares locais. Cortesia da Unidade 8200 do Tsahal….

        https://pt.wikipedia.org/wiki/Stuxnet

      • É muito mais fácil sabotar e destruir do que projetar e construir…

      • Sejamos justos, você está certíssimo! E foi justamente para preservar suas conquistas ( Sexto melhor sistema educacional do mundo, quarto país com mais pessoas com ensino superior, o país que mais investe em ciência quanto ao percentual do PIB e a única democracia do O.M) que a Unidade 8200 entrou em ação criando o Stuxnet…….

      • A Karpesky “também” combateu o vírus.

        Porém o Irã reuniu uma equipe própria para combater o Stuxnet, a qual criou seus próprios sistemas para limpar as infecções e inclusive desaconselhava a usar o antivírus lançado pela *Siemens para seu software ‘SCADA’, pois suspeitava que o antivírus estava realmente incorporado códigos que atualizavam o Stuxnet em vez de erradicá-lo.”

        *(O Stuxnet infectava primeiro através de maquinas rodando Windows, depois visava um softwre da Siemens e por último atingia o funcionamento das centrífugas).

      • Sem a Kapersky os iranianos não teriam conseguido combater o Stuxnet. As equipes iranianas agiram sob orientação e supervisão da empresa russa. Ainda assim o estrago causado pelo Stuxnet atrasou em dois anos a obtenção de uma bomba nuclear pelo Irã

      • Papo furado,
        o programa nuclear iraniano, por todos os parâmetros de fiscalização internacional, foi qualificado como pacífico.

        E o ataque do Stuxnet fracassou, só teve efeitos momentâneos.

        Para uma sabotagem gestada durante anos por EUA e Israel, os resultados foram para lá de pífios…

      • Os efeitos do Stuxnet foram “Tão momentâneos” que destruíram 10% das centrífugas dos iranianos e atrasou em 2 anos a obtenção da bomba pelo regime dos Aiatolás. De igual forma toda a comunidade científica internacional espantou-se não apenas com a sofisticação da arma como também com os seus efeitos.

        Como se vê, pífias foram as tentativas do regime iraniano em esconder o estrago do Stuxnet nas suas centrais nucleares, assim como são pífias as tentativas dos defensores do regime em diminuir a eficácia da arma…rs!

      • Além da indústria nuclear iraniana, o Stuxnet também
        foi detectado em milhões de computadores chineses, milhares de computadores na Índia, Indonésia, Estados Unidos, Austrália, Inglaterra e Paquistão.

        Números não oficiais também apontam para infecções na Alemanha e outros países na Europa.

        E o Stuxnet não foi criado somente por Israel, foi em parderia com o EUA.

        E mesmo com tudo isto,
        no final os próprios cientistas iranianos detectaram e neutralizaram o stuxnet.

      • O sistema se espalhou pelo mundo mas ele foi programado para apenas causar danos nos computadores cujo IP estivessem no Irã. E não foram os iranianos que neutralizaram o worm (depois de ele ter causado um senhor estrago nas centrífugas das usinas nucleares) mas sim os russos da Kapersky

      • Resposta saiu acima: Em “3 de novembro de 2017 at 16:56”

      • Aliás!

        O dito “grande sucesso do Stuxnet”, fora a bagunça feito mundo afora, tem muito mais de propaganda e gabolice do que feitos reais no Irã…

        Porque uma análise da FAS (Federation of American Scientists) demonstrou que a capacidade de enriquecimento do Irã cresceu em 2010 (ano do ataque do Stuxnet). O estudo indicou que as centrífugas do Irã pareciam estar apresentando resultados 60% melhores que no ano anterior, o que reduziria significativamente o tempo de Teerã para produzir urânio de qualidade.

        O relatório da FAS foi revisado por um funcionário da IAEA que confirmou o estudo.

      • E voltando ao assunto original,
        a reação dos cientistas de computação iranianos ao ataque do Stuxnet, acaba por servir como exemplo da capacitação destes cientistas…Obrigado pelo exemplo 😉

      • 10% das centrífugas foram perdidas e os iranianos perderam 2 anos no seu intuito de obter uma arma nuclear. Como se vê não há “gabolice” alguma aqui mas sim o bem sucedido funcionamento de uma arma cibernética. E o período que as centrífugas iranianas supostamente aumentaram sua produção foi o anterior à entrada em ação da arma elaborada pela Unidade 8200

      • “New FAS Report Demonstrates Iran Improved Enrichment in 2010”

        https://archive.is/6Y43U#selection-219.0-219.60

        “o estudo indica que as centrífugas de iran parecem estar tendo performance 60% melhor do que no ano anterior, o que reduziria significativamente o tempo de tehran para produzir urânio de grau de bomba.”

        É… taí o graaaande sucesso do Stuxnet 😉

      • A notícia deixa claro que isso se deu em 2010 ou seja, antes da atuação do Stuxnet, que provocou os conhecidos estragos no programa nuclear iranianos.

        Ou seja: o relatório é verdadeiro mas não elide a eficácia do worm, ao contrário do que você diz! mas continue tentando defender o regime fascista iraniano ( e suas mentiras). Dizem que a persistência é uma virtude…rs!

      • E os ataques cibernéticos contra o programa nuclear iraniano não ficaram apenas no stuxnet.

        Um assustador vírus de computador batizado de Flame está à solta no Irã e outras partes do Oriente Médio, infectando PCs e roubando informações. E agora a International Telecommunications Union, um órgão ligado às Nações Unidas, alerta que outros países podem estar correndo risco de sofrer um ataque.

        A Kaspersky descreve o Flame como um backdoor e Trojan com características de um Worm. Ou seja, ele permite que a máquina seja controlada remotamente, se infiltra “disfarçado” no PC e pode se propagar sozinho através de uma rede. O ponto de entrada do vírus é desconhecido – ataques de “phishing” (quando o usuário é enganado e convencido a baixar o programa) e sites infectados são duas das possibilidades. Após a infecção inicial, ele pode se espalhar entre máquinas através de pendrives ou circulando por redes locais.

        O Flame não causa danos ao PC: ele foi projetado para roubar informações das máquinas infectadas. Vitaly Kamlyuk, especialista chefe em malware da Kaspersky, disse ao site RT que o vírus pode coletar informações de campos de texto, incluindo senhas representadas por asteriscos, gravar áudio usando o microfone do computador e capturar imagens de aplicativos considerados interessantes, como um cliente de e-mail ou programa de bate-papo. Ele também pode coletar informações sobre aparelhos Bluetooth “descobríveis” nos arredores. Toda essa informação é enviada a servidores de comando e controle, e há cerca de uma dúzia deles espalhados pelo mundo.

        O vírus lembra o worm Stuxnet que causou prejuízos no Irã em 2010, mas segundo a Kaspesky o Flame é muito mais complexo, com um conjunto de módulos que pode ocupar mais de 20 MB de espaço em disco. “Considere isto: levamos vários meses para analisar os 500KB de código do Stuxnet, e o Flame é mais de 40 vezes maior. Provavelmente levará um ano para que possamos entender completamente seu código”, disse a empresa.

        De onde o Flame veio?

        O Flame está à solta desde 2010, de acordo com a Kaspersky, mas sua data de criação é incerta. Ele foi descoberto há cerca de um mês após o Ministério do Petróleo do Irã descobrir que os servidores de várias empresas haviam sido atacados. Esta descoberta levou à evidência de mais ataques a outros ministérios e indústrias iranianas.

        O Irã alega que os ataques também apagaram os HDs de algumas máquinas, mas a Kaspersky diz que o malware responsável por isso, chamado Wiper, não é necessariamente relacionado ao Flame. Os ataques do Wiper foram isolados ao Irã, enquanto o Flame foi encontrado em outros países.

        O criador do Flame é desconhecido, mas é provável que uma nação esteja por trás dele. O vírus não foi projetado para roubar dinheiro de contas bancárias, e é muito mais complexo do que qualquer coisa comumente usada por “hacktivistas”, então esta é a única possibilidade que faz sentido.

      • Não há erro algum,

        O Stuxnet foi descoberto no Irã em Junho de 2010,
        ou seja: Seu ano de maior atuação foi em 2010.

        Os resultados foram pífios, ainda bem.
        Porque, provavelmente, os autores do Stuxnet em seus orgásmicos sonhos malévolos, desejavam uma catástrofe nuclear!

      • Não meu caro! Os criadores do Stuxnet são semanalmente ameaçados de aniquilação pelo Estado Fascista iraniano (como esquecer do celerado Ahmadinejad dizendo que “deveria ter sido riscado do mapa”?). Ou seja, tratou-se aqui de medida meramente defensiva.

        Ou seja: O Estado fascista iraniano quer ver cessada as investidas contra seu programa nuclear? Muito simples! Basta reconhecer o direito do Estado de Israel existir e parar de armar e financiar os terroristas do Hezbollah. Enquanto não fizer isso terá de arcar com o ônus…

      • Já fazem 5 anos desde o cartoon cômico de Netanyahu na ONU.

        Olha a única bomba que surgiu depois deste tempo todo… 🙂

        https://24.media.tumblr.com/tumblr_mbacw2RLCT1rbqmj1o1_1280.jpg

      • O Estado fascista iraniano apenas não atacou Israel pelo simples fato de que muito antes o Estado Judeu obteve suas armas nucleares. Uma vez que os Aiatolás podem ser degenerados moralmente mas não são burros, sabem que se fizerem alguma gracinha Teerã vira um aterro radioativo.

      • “Teerã vira um aterro radioativo…”

        Que expressão perfeita dos teus fascistoides instintos genocidas!

  2. A gente aqui dá um pontapé na bunda dos nossos melhores cientistas…

  3. O mestrado e o doutorado, em Modelagem Computacional, do campus da UERJ de Nova Friburgo tem padrão internacional (nota 6 da CAPES), entretanto, seus professores e funcionários não receberam seu 13º do ano passado e os salários desde agosto. Esta é a forma que o governo atual trata seus cientistas!

    • O governo anterior tampouco tratava bem, embora há quem sempre insista no contrário. E para piorar ainda praticou populismo no campo da ciência como foi o caso do malfadado ciência sem fronteiras:

      http://www.ideiaeduc.com.br/noticia/ciencia-sem-criterios/471/

      • Você fingiu que esqueceu meu depoimento dado aqui sobre o Congresso de Ciência, Tecnologia e Inovação ocorrido em Brasília no ano de 2010. Eu estava lá! Ninguém me contou!
        Talentos em ciência não são despertados aos borbotões pelo sistema educacional (e acho, que sem falsa modéstia, eu entendo mais disso que você). Pinça-se uns poucos que valem pelo batalhão. É parecido com as “joint ventures”: a maioria da parceria fracassa, mas os poucos sucessos recompensam todo o esforço. Num estado democrático não se pode impedir o cidadão de seguir o caminho que ele deseja, entretanto, a maioria não sabe ou tem talento para continuar.

      • A hora que aplaudiram o Aiatolá? Foi apenas um gesto de boa educação que você está querendo passar como se fosse reconhecimento pelo suposto papel de mecenas do caudilho populista.

      • Ah!Ah!Ah! você é o notário do ódio e ouviu as conversas que eu tive com vários desses cientistas! Gravou???

  4. Deixando de lado o blá-blá político que não leva a lugar nenhum a não ser a divisão entre a pessoas do mesmo país, a área de AI precisa de investimentos maciços, bem como a área espacial e nuclear, isto é estratégico para sobrevivência no futuro, digo sobrevivência como pátria e nação, se não fizermos algo hoje em breve deixaremos de existir como tal.

    • Infelizmente sempre tem um blá-blá-blá político ( o ideal é que seja crítico-colaborativo) em TODA a atividade humana. Os governos trabalhistas estavam erguendo universidades públicas em muitas cidades do interior, para aumentar a colheita de talentos ao máximo. Nova Friburgo, uma cidade industrial com mais de duzentos mil habitantes, há quinze anos atrás não possuía nenhuma universidade pública. Hoje tem três campus com mais de 2000 alunos. A escola de engenharia da UERJ já formou doutores, mestres e centenas de engenheiros que hoje trabalham nas grandes empresas e universidades brasileiras. Esta escola está sob risco de sobrevivência com seus professores e funcionários com salários atrasados há três meses por culpa da falta de cuidado no tratamento, pelo Poder Judiciário, da corrupção descoberta na Petrobrás, Odebrecht e outras empresas. Pessoas corruptas devem ser punidas, mas empresas não!
      Isto é política sim!
      Uma parábola interessante seria:
      Um cidadão com muitos herdeiros tem um imóvel no valor de R$ 800.000,00. Um belo dia ele descobre que um de seus filhos roubou um quadro do imóvel no valor de R$ 2.000,00. O resultado é que ele decide punir todos seus herdeiros vendendo o imóvel ao primeiro que aparece por R$ 6.000,00 e ainda empresta mais que isto, sem juros, para que o comprador reforme o imóvel…Justiça farisaica, não?

      • Os “governos trabalhistas” (na verdade, populistas de esquerda) colocaram universidades nos Estados que eram governados pelo seu partido e por aliados. colocaram universidades na Bahia quando esse estado passou a ser governado por eles, colocaram outra universidade no ABC (um antro de boçalidade onde o qualquer indicação de gênero é substituída por um “x”) para prestigiar o prefeito de São Bernardo e quando uma doida foi eleita governadora do Pará colocaram uma universidade no oeste do Estado. Enquanto isso não existe uma universidade federal no oeste do Amazonas.

        No mais a acusação de que a justiça está sendo “farisaica” ao punir as empresas envolvidas nos desvios de corrupção não merece prosperar. Qualquer obervação dos fatos demonstra que na verdade foi erigida uma fachada de projeto nacional-desenvolvimentista cuja finalidade era mascarar a apropriação do Estado por uma coalização de partidos politicos em conluio com um cartel de empreiteiras.

      • Chamar a UFABC de antro de boçalidade é porque você é TOTALMENTE ignorante.
        Lula plantou mais universidades federais em MG, estado que na época era governado por Aécio e depois Anastasia.
        Procura outro argumento enganador, visto que estes não colam!

      • É mesmo? Então tá meu caro Marianx…rs!

        No mais, se eu sou enganador como você explica que até hoje não há uma universidade federal no oeste do Amazonas?

        Ps:E os prefeitos das cidades onde se estabeleceram essas universidades em Minas que você diz que a Orcrim colocou, eram de quais partidos?

      • No oeste do Amazonas deve haver uma enorme clientela para uma universidade, visto que o estado tem a menor densidade populacional do Brasil.
        Você que insinuou a maldade, agora está responsável pelos dados de Minas Gerais.

      • Você com sua colocação apenas demonstrou desconhecimento, ignorância e preconceito quanto ao Estado do Amazonas meu caro Marianx! Já ouviu falar de Tabatinga? Pois então! É uma cidade que tem vôos de jato (pela Azul) para Manaus ou seja, está longe de ser uma tribo indígena como você imaginar ser. Isso sem falar em outras cidades tais como Benjamin Constant….

      • Pode ser até ignorância, mas não há nenhum preconceito quanto ao Amazonas. Meu pai nasceu no Pará e em Manaus foi criado.
        Você sabe perfeitamente que decisões que envolvem grandes investimentos exigem a análise da relação custo-benefício.
        Você também revela ignorância quanto à Minas Gerais, não listou as novas universidades e seus respectivos prefeitos.

  5. O Google “alerta”, como se a China fosse uma ameaça para o planeta e o EUA não…

    • Os EUA são uma democracia. A China não. Entendeu agora?

    • Os eua são na verdade uma grande farsa…falsa liberdade…falsa democracia…falsa igualdade…falsa vida…é com esses ideias que a “potência mundial” é exaltada como FALSO exemplo de nação plena…mas lucraram bilhões com as guerras que promoveram ao longo de décadas pelo o mundo e se auto declararam/titularam o país da liberdade e da esperança mas não conseguem resolver os seus problemas mais básicos como Educação e Saúde…

      • E imprimem uma moeda falsa lastreada num acordo petrolífero com a Arábia Saudita, que está por um fio…

      • Tem razão Marianx! Moeda boa é o rublo ou então o Renminbi manipulado! Só que o restante do mundo discorda, tanto que em momentos de crise corre para comprar dólar!

        Essa é a (falta de) inteligência das esquerdas, não é à toa a sua ignorância acerca do Oeste amazonense….

    • São imperialistas e expansionista como os ingleses, espanhóis e romanos foram….A PAX ROMANA foi adotada por eles….falsa democracia onde quem realmente manda e da as cartas são os banqueiros e os grandes conglomerados industriais que exploram o mundo inteiro e espalham/levam a miséria e a fome pelo Planeta….

    • se dizem democráticos mas se você tem uma opinião política diferente você não pode se quer entrar lá…Assange…Snowden…são caçados por falarem a verdade…apesar de ser o pais mais rico economicamente estão longe de ser um paraíso e de ter uma sociedade funcional…apesar de ter um poderio militar e econômico muito maior que o nosso não são em nada superiores a nós…claro que é um ótimo pais…mas para quem tem dinheiro…até o Zimbábue é um ótimo pais para quem tem grana por lá…

    • estudem a história da Guatemala e verão como os eua e os outros países ocidentais de “primeiro mundo” fizeram sua riqueza…o grande desafio é crescer, se desenvolver e promover justiça social sem precisar oprimir…mas esta gente sequer conseguiu fazer isso oprimindo…fica fácil achar o mundo e o “estilo de vida” desta gente uma maravilha…o lado ruim fica para os pobres e miseráveis como no caso de Detroit…que é uma cidade marginal devido as políticas de endividamento do governo de Ronald Reagan…estas que permanecem até hoje..

    • Entre 1890 e 2012 os eua invadiram ou bombardearam 149 países…O número de paises nos quais os eua intervieram militarmente é maior do que aqueles em que ainda não o fizeram…Números conservadores apontam para mais de oito milhões de mortes causadas pelo país só no século XX….Por trás desta lista escondem-se centenas de outras operações secretas, golpes de Estado e patrocínio de ditadores e grupos terroristas como o Daesh e o Boko Haram…Segundo Obama recipiente do Nobel da Paz os eua conduzem neste momento mais de 70 operações militares secretas em vários países do mundo…O mesmo presidente criou o maior orçamento militar estadunidense desde a Segunda Guerra Mundial superando de longe George W. Bush….

      http://www.novae.inf.br/site/modules.php?name=Conteudo&pid=1829

      Entendeu agora analfabeto?…

    • Genocídio na Síria: o outro lado da história :

      https://www.youtube.com/watch?v=Ao6vY6QmiLo

    • Guerra na Síria vista por monja portuguesa:

      https://www.youtube.com/watch?v=2_xafgv8gZ4

    • AJUDE-NOS a compartilhar: Missionária cristã desmonta as mentiras do ocidente sobre a Síria :

      https://www.youtube.com/watch?v=p8k-t-anfH8

  6. Balela, terrorismo midiático pra ganhar verba. A USN e a USAF já tem até aeronaves capazes de realizar missões de forma semi-independente e até mesmo pousar em navios aeródromos sem auxilio humano, algo extremamente complexo mesmo com controle humano, enquanto a China apenas sonha em algo do tipo. A real intenção do CEO da alphabet fica claro no trecho:

    “Pequim inventou uma estratégia nacional de IA e alocou o financiamento público necessário para que isso aconteça.”

    O que ele quer é dinheiro publico pra financiar a perder de vista a pesquisa e colher os frutos dela sem ter um único gasto, já que investimentos em IA são extremamente caros. Certas coisa são idênticas tanto lá quanto cá…

  7. é muito CHORORÔ da esquerda nos comentários !!

  8. Essa é mais uma história que ficaremos só olhando, como espectadores… fomos destruídos por décadas de contra cultura… somos um gigante com mente de crianças retardada… 80 anos de esquerdismo derrubam qualquer nação… a ironia é que a China compreendeu isso na década de 70 e mudou a ideologia cultural e econômica do país… pegaram os dinossauros do partido comunista de então e passaram a espada… os “comunistas” chineses foram pragmáticos… deram uma banana para a ideologia gramscista e partiram para o conservadorismo na educação… resultado: transformaram um país de merda em uma nação próspera em menos de 30 anos… e ainda buscam serem os melhores em todos os campos… será que um dia abriremos os olhos para nossas amarras psico ideológicas e sairemos desse lodo de desconstrução e desordem ???…

    • Vc é um doente mental. Teu país uszistates está em plena decadência moral. Vide os imbecis que fazem massacres e mais massacres. Tem uma das populações mais imbecilizadas do planeta, sem contar que são glutões contumazes. Teu medo é assumir tua homossexualidade. Cara deixa de ser chupador e entende. Um dos maiores especialistas em AI dus istateis está falando de forma clara que devido ao planejamento estatal, governamental a República Popular da China irá ultrapassar a tua nação. Entendeu energúmeno?

Comentários estão fechados
*