Menu
Seções
SEGURANÇA PÚBLICA: Governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão formula projeto para regulamentar necessidade de ensino superior para novos oficiais da PM
Uncategorized

O governador Luiz Fernando Pezão assina um projeto de lei, enviado nesta terça-feira à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), que pretende regulamentar o ingresso de novos oficiais na Polícia Militar. O ponto central da proposta é a inclusão da obrigatoriedade de o candidato ser bacharel em Direito, o que não tem previsão legal atualmente. O ingresso de oficiais não é regido por uma legislação própria.

No fim de 2016, a PM abriu um concurso para o ingresso de novos oficiais. Ao todo, 49 vagas foram oferecidas. Por meio de edital, a corporação cobrou dos concorrentes o curso superior em Direito, o que foi criticado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e pela Associação dos Delegados do Estado do Rio. Ambos questionaram a cobrança diante da inexistência de uma legislação que cite a exigência de bacharelado. A Justiça, porém, não acatou as queixas. Na justificativa, Pezão lembrou que o governo tem decisões favoráveis na Justiça, mas, diante dos questionamentos, pretende encerrar a discussão com a aprovação do novo projeto.

Procurada, a Polícia Militar informou que, diante da liberação dada pela Justiça, em junho deste ano, os 49 aprovados foram convocados e já se tornaram cadetes da corporação. Todos, ainda segundo a PM, são bacharéis em Direito, seguindo o que estava previsto no edital.

"6" Comments
  1. Pingback: SEGURANÇA PÚBLICA: Governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão formula projeto para regulamentar necessidade de ensino superior para novos oficiais da PM | DFNS.net em Português

  2. Cronauer

    Parafraseando um outro jornalista…

    Eremildo é um idiota e me pergunta:
    Por que eles estão rindo, tão felizes assim? Não sabem que se forem encontrados nos transportes públicos do Estado podem ser assassinados pelos bandidos?????

    Expliquei a ele que com o soldo de aspirantes os felizes servidores já saem da academia com o carro próprio, mas é a LIBERDADE que ‘não tem preço’ no Estado du Vietnam du brésil…, nem para militares…

    Eremildo então bradou um “SALVE O NOSSO VIETNAM! Brazil! il! il! il! il!”

    P.S.: eu é que, agora, quero saber o significado em valor do “SALVE” no brado do Eremildo…

  3. vitu

    carreira única já

  4. M. Silva

    Estão tentando infiltrar as casernas com a mentalidade esquerdista dos cursos de direito (incluindo direitos dos manos e politicamente corretos) e banir a mentalidade militar das polícias.

    Isso já acontece, por exemplo, em Estados como MG. Há tenentes lá com cara (mais idosa) e corpo (pança) de major por conta dessa frescura.

    • Lucas - Treine enquanto eles dormem... estude enquanto eles se divertem... persista enquanto eles descansam... e então viva o que eles somente sonham...

      Parabéns… vc entendeu a coisa como deveria… conheço n militares que depois que passam pelas faculdades de humanas viram uns delinquentes ideológicos que chegam a ficar pior que os cabeludos maconheiros de sempre porque se agarram ainda mais na filosofia coitadista dazisquerdas… MELANCIAS são piores que os vermelhinhos alopradinhos no quesito radicalismo boçal…

  5. Ádson

    Em Minas, não precisa ser oficial, para entrar como praça na PMMG tem que ter curso superior.

Comentários estão fechados
*