Defesa & Geopolítica

“O ANO DO DRAGÃO”

Posted by

high-definition-shots-of-liaoning-with-five-destroyers-3Autor: Feng  (China Air e Naval Power)

 Tradução e adaptação E.M.Pinto

Este foi um ano de muitos eventos importantes para a PLAAF e PLAN. Foi o ano em que a China chegou a ser um importante ou até mesmo o maior exportador UAV além de expandir dramaticamente as suas atividades no Mar da China Meridional com a instalação de SAM HQ-9. Neste artigo farei uma analise das atividades dos diferentes departamentos.

PORTA AVIÕES E ALA AÉREA

chinese-aircraft-carrier-liaoning-arrives-in-hainan-3

Neste ano de 2016, a PLAN declarou que o CV-16 está finalmente pronto para o combate.Durante grande parte do ano, vimos que a intensidade das operações de voo estava subindo.Até o final do ano, o CV-16 esteve envolto em um grande exercício onde realizou exercícios de disparo.Durante as manobras a PLAN passou por uma atividade de voo muito mais intensa com J-15 configurados para decolar em rápida sucessão.Vimos tantos como 13 J-15s e 1 Z-18 a bordo de CV-16.Os J-15 têm sido transportando mísseis antinavio, bem como antiaéreos. Um deles estava mesmo carregando um UPAZ-1A o pod de reabastecimento.

chinese-aircraft-carrier-liaoning-arrives-in-hainan-4

Esta é a maior componente aérea embarcada que já vimos a bordo do CV-16. É difícil dizer quantos mais aviões poderiam até estar aptos a embarcar no CV-16, uma vez que a classe Almirante Kuznetsov raramente atuou com o seu conjunto completo de aeronaves. Neste ponto, pelo menos 21 caças J-15 que entraram em serviço até agora, muitos mais poderiam estar estacionados no hangar aguardando decolagem.

Enquanto isto acontecia, o Type 001A, o primeiro Porta Aviões plenamente produzido no país, estava tomando forma lentamente no estaleiro de Dalian.

cv-17_island

Como esperado, o Type 001A, CV-17 parece ser uma réplica exata do CV-16 nas dimensões. Porém, a ilha do CV-17 é um pouco menor que a do CV-16 como podemos ver. Eu também esperaria que o interior do navio fosse refinado e melhorado em relação ao CV-16.

chinese-aircraft-carrier-liaoning-arrives-in-hainan-6

E finalmente, a variante de CATOBAR do J-15 (J-15A) voou pela primeira vez, equipado com os motores WS-10H. Espera-se que o segundo tipo de Navio, a classe  Type 002, seja um porta aviões do tipo CATOBAR.

FORÇAS DE SUPERFÍCIE

type-52d

Como a atividade do Porta Aviões se aqueceu este ano, mais e mais Navios das forças de superfície de águas azuis se juntará igualmente ao serviço.Os primeiros módulos do Destroyer Type 055 foram fotografados do estaleiro JN este ano.Eles provavelmente não serão lançados até a segunda metade do próximo ano, por isso ainda não sabemos seus tamanhos exatos.Eu escrevi em uma matéria sobre como eu acredito que se assemelharão os Type 055.Inicialmente, pelo menos dois Type 055 foram identificados no estaleiro JN.

Não houve no entanto qualquer módulo referente aos Type 055  no estaleiro de Dalian, mas acredito que será uma questão de tempo para vermos a montagem dos primeiros ali.

type-55

Uma nova série como os Type 055 vem com mais riscos, então a construção do Tipo 052D continua a ser muito agitada. O No 117, o quinto navio Type 052D, foi mostrado no mês passado na frota do Mar do Norte.

Basicamente, temos uma flotilha completa de quatro Destroyers Aeigs Type 052D em serviço com a frota do Mar do Sul e outro navio está prestes a aderir ao serviço.

Além disso, pelo menos mais dois Type 052D estão em testes de Mar e outros 4 estão sendo montados nos estaleiros (dois em Dalian e dois em JN). A corrida pata a produção dos 052D parece já ter atingido mais unidades do que eu esperava (12).

Um grande progresso também foi feito com a atualização extensiva dos sistema de armas do único Destroyer Type 051B, o Nº 167, que recentemente saiu para testes de mar depois de longo período no estaleiro.

ddg_167

Um grande progresso também foi feito no  Destroyer  Nº 136, o primeiro Sovremennyy. Será interessante ver as atualizações exatas que foram realizadas ao longo do próximo ano. Dos restantes navios de superfície, o ciclo de produção das Type 054A parece estar chegando ao fim.Somente dois navios se juntaram ao serviço mais cedo este ano com mais dois prontos para se unir serviço logo em breve.

Ambos os estaleiros da HP e da HD passarão para outros projetos depois que o lote atual for concluído. Ambos têm estado muito ativos com produção dos Type 056, como também em Wuchang e LiaoNan. Pelo menos seis Type 056 já se juntaram ao serviço este ano.

Até o momento, pelo menos 40 destas corvetas já foram pelo menos lançados. Cerca de 12 à 13 O foram identificado em ambos os estaleiros HP e HD, com mais nove sendo identificadas em cada um dos outros dois. Pode haver até 60 Type 056 no final de sua produção.

type_903a_replenishment_ship_aoe_960_ready_to_be_inducted_by_the_end_of_2015_22791863775

Mas isso não parece uma pausa na produção de navios maiores. Havia mais um LPD Type 071, um Type 815A e três AOR Type 903A em serviço de junção na parte mais adiantada deste ano, mas o estaleiro de HD não lançou nenhuns outros navios grandes recentemente.

A PLAN pode estar se movendo destas séries de navios para novas classes. O primeiro Type 901 foi lançado no estaleiro GSI e recentemente passou em testes de Mar. É muito maior que os Type 903A e muito mais adequado para fornecer apoio a um grupo de porta aviões.

type-075-class-amphibious-landing-helicopter-assault-ship-lha-project-pla-navy-chinese-z-9-z-8-z015-ka-2831helicopter-chinese-peoples-liberation-army-pla-n-1

Há também rumores sobre a nova classe de LHD a Type 075 que deve ser apresentada em breve.

Espero que estaleiro HD venha a realizar a tarefa de construir esta série. Resta saber se uma atualização dos LPD Type 071A também entrará em produção. A produção de caça minas Type 081 e Type 082II também parecia ter chegado ao fim.

PERCEPÇÕES SOBRE AS EVOLUÇÕES DA PLAN EM 2016

Como eu encaro a evolução da PLAN este ano? o foco tem sido principalmente no desenvolvimento do grupo do Porta Aviões.Muito tempo e esforço foram dedicados à construção de novos Porta Aviões e a construção de frota de aviação naval.Os Type 055 e Type 056 também têm tido muita atenção, mas outras áreas começaram a abrandar.Parece que vários ramos dos navios superfície da PLAN terminaram a modernização do hardware.A PLAN continua a desenvolver uma frota com mais poder de fogo e capacidade de operar em “águas azuis”.

Não deve ser surpreendente que áreas como os caça minas, AOR de médio porte, frotas AGI e quebra-gelo abrandem a produção depois de um tempo.

type54

Até mesmo a frota de fragatas que já têm a maior parte modernização terminada agora que as Type 054 / A tomaram seus lugares sobre todo a Flotilha principal.

PLAAF em 2016

1046965847

Enquanto o projeto da PLAN estava galgava um progresso significativo, o projeto da PLAAF, o  J-20 também experimentou muito progresso este ano.A primeira versão do LRIP do J-20 apareceu no final do ano passado e já executou o seu primeiro voo em 2016.Com o passar do ano, apareceram muitas fotos do LRIP J-20.Eles foram testados carregando vários mísseis diferentes, tanques de combustível e outros sistemas.

Até o momento da Zhuhai Airshow, o J-20 havia feito uma tímida aparição pública. Não muito foi mostrado, mas isso é esperado para um jato de caça que ainda não tenha concluído todo o seu teste de armas. Até o final deste ano, a FTTC formou uma nova brigada, a 176ª  para os primeiros seis J-20  iniciarem o processo de expanção do  seu envelope de voo e assim, desenvolver táticas e programas de treinamento.

Os dois primeiros J-20 foram oficialmente entregues este mês, mas já houve rumores de que os J-20 atuem em conjunto com caças da terceira geração (quarta na denominação OTAN).

j-20

Grande parte dos rumores soou como as primeiras histórias de que os F-22 vs F-15/18, por isso vou estar de olho em mais histórias como esta em 2017.

Neste ponto, parece que J-20 vai atingir o COI em 2017, ou seja, apenas 6 anos após seu primeiro voo e 3 anos após o primeiro voo do protótipo Nº 2011. Uma nova série de mísseis foram desenvolvidos para J-20.

Os caças J-10B / C já estão em serviço com o radar PESA / AESA, juntamente com uma nova geração de sistemas integrados de aviônica e combate. Poder-se-ia imaginar que os J-20 iriam muito mais longe, mas é desconhecido como que estes se comparariam ao F-35 (muitas vezes referido como um computador voador). De qualquer forma, o maior ponto de interrogação deixado para o J-20 é a sua propulsão. Os motores WS-15 ainda estão a um par de anos longe da certificação de design.

plaaf-northern-theater-air-force-has-been-equipped-with-a-f-10b-fighters-11

Portanto, os J-20 iniciais estão voando com motores provisórios e subdimensionados para o projeto.Pode demorar um pouco mais antes de termos detalhes sobre o tipo de motores que estão alimentando esses primeiros J-20.

O projeto do J-31 parece ter caído em desmerecimento. Houve inúmeros relatórios neste ano afirmando que tanto a PLAAF quanto a PLAN rejeitaram a iteração atual deste avião. Parece que a SAC está continuamente a financiar este projeto e recentemente voou o segundo protótipo.

Uma vez que o J-20 é improvável que seja comprado em grande número (provavelmente em números semelhantes de F-22), haverá uma exigência de um caça de 5ª Geração de custo mais baixo.

j-31A SAC está construindo um número limitado de protótipos para continuar a mostrar um demonstrador melhorado. Em algum momento, espera-se captar mais financiamento do PLA, a fim de realmente acelerar o trabalho de desenvolvimento do J-31. Seria um dia triste para a SAC se ela perdesse o seu caça leve de quinta geração para um caça de 3ª ou 4ª geração da CAC.

A outra grande notícia na PLAAF este ano foi a entrada em serviço do Y-, dois cargueiros foram entregues para a primeira divisão em 4 de junho.Mais Y-20 podem ter sido entregues até o final do ano.O salto para produção de uma aeronave do tamanho do Y-20 não é tarefa fácil.Mesmo a Airbus e a Boeing experimentam muitas dificuldades em aumentar o nível de produção de novos aviões, como o A350 e o B787, ao mesmo tempo em que tentam reduzir o custo de produção.Eu não acho que a produção do Y-20 precise chegar a esse nível, mas será um grande desafio para XAC saltar da produção de uma a aeronave destas a cada dois meses para duas aeronaves por mês.

y20

A plataforma do Y-20 é muito necessária na PLAAF para várias missões, por isso é fundamental para o XAC que esta possa aumentar a produção do Y-20. Até lá, a PLAAF será plenamente dependente dos três IL-78 e de alguns H6U para reabastecimento além de vários Y-8 / 9 para a plataforma de missão especial.

Sobre a questão principal da propulsão, acho que o lote inicial é equipado com o motor WS-18. O WS-20 parece ter feito já muitos testes, assim que pode ser pronto equipar Y-20 em um futuro próximo.

Como o J-20 capturou todos os holofotes deste ano, a produção do J-10C continuou ocultada.Depois do primeiro lote de 55 J-10B ter sido produzido, provavelmente haverá cerca de muitos J-10C  sendo produzidos neste segundo lote.Até quatro regimentos equipados com J-10B / C foram formados em cima do serviço J-10B / C com duas brigadas FTTC diferentes.

Atualmente, cerca de 40 J-10 são produzidos a cada ano. Ao mesmo tempo, o acordo para 24 Su-35 com a Rússia foi finalmente selado. O primeiro Su-35 parece ter sido entregue nos últimos dias de 2016.

su35

Eu sei que muitos fãs militares chineses estão se perguntando por que isso foi assinado.Parece que a PLAAF prefere o Su-35 ao J-11D e queria outro regimento de Flankers nas missões de superioridade aérea em serviço.O trabalho de desenvolvimento do J-11D prosseguiu, porém, as grandes melhorias sobre J-11B parecem ser tudo relacionado a eletrônica, então eu não acho que deve demorar muito para esta aeronave entrar no serviço.

O trabalho no J-16 também continuou. Uma foto recente mostrou um segundo lote de J-16 em construção na SAC. Alguns do primeiro lote parecem estar passando pelo processo de teste no FTTC. Eu ainda tenho que confirmar isto junto a um oficial do regimento dos J-16. No todo, a SAC continua a olhar um passo mais lento do que CAC na produção e desenvolvimento. Foram necessários bons 5 anos (2008 a 2013) para ir do primeiro voo do J-10B para o serviço de adesão à PLAAF.

j-11

Demorou o mesmo número de anos para o J-11B passar do primeiro voo em 2002 para o serviço em 2007. Tudo isso aconteceu enquanto a CAC teve que desviar recursos preciosos para o projeto do J-20.

Mais recentemente, parece que o CAC mudou do J-10B para o J-10C muito mais suavemente do que SAC do J-11B para J-11D.Em ambos os casos, as principais mudanças foram todas relacionadas com aviônica e sistemas de combate. Em algum ponto, a versão de produção dos J-10 finalmente mover-se-á para usar os motores de série WS-10.

Os motores WS-10 originais finalmente conseguiram a certificação de produção este ano, o que é um enorme marco. Alguns J-10B foram equipados com motores WS-10B no final do primeiro lote, mas os J-10C continuaram a ser equipados com AL-31FN.

O motor WS-10G atualizado, também conhecido como WS-10IPE?, supostamente atingiu o ano de certificação de projeto, por isso devemos vê-lo juntar-se ao serviço em breve. Existem algumas especulações de que vamos fazer uma variante para o J-10D com este motor e algumas outras atualizações, mas isso é para ser visto e verificado.

Finalmente, o motor WS-13E alcançou a certificação de design este ano. O segundo protótipo do FC-31 pode ser alimentado por este motor. Também pode ser usado para alimentar projetos JF-17 e um UCAV. Então, eu acho que este é um desenvolvimento que deve ser cuidadosamente observado.

UAV/ UCAV

yi-long-uav-pic1

Em todas as áreas restantes, eu acho que a explosão de exportação dos UAV / UCAV este ano tem sido bastante fascinante.A série CH tornou-se agora o AK-47 dos drones.Muitos dos países do Oriente Médio compraram alguns UAV chineses e os colocaram em ação.Resta saber qual dos protótipos de UAV testados em aeródromos da CAC e SAC nos últimos anos será colocado em serviço no PLA.

ASAS ROTATIVAS

Houve também um grande número de movimentos nas forças de Helicópteros do PLA e da aviação naval. Mais recentemente, o Z-15 teve seu primeiro voo com o motor WZ-16. Este helicóptero é esperado para fazer o seu caminho no PLA em algum ponto.

avic-z-15-safran-helicopters-692x360

Já o Z-20 tem atravessado um monte de testes e ainda pode ter pela frente um par de anos de distância. A China sentia falta de um helicóptero entre a classe de 4 e 13 toneladas. Agora, terá dois em um par de anos, quando ambos Z-15 e Z-20 estiverem prontos. Porém é possível que ambos possam não ser necessários. O Z-10 e Z-19 continuaram a proliferar na Aviação do Exército.

Um helicóptero de ataque com mais poder é dito estar em desenvolvimento.

z20Os Turboshaft mais novos (WZ-10 e WZ-16) estão agora disponíveis como parte do projeto Z-15 e Z-20 que poderia ser usado para alimentar tal aeronave de ataque. Várias versões de helicópteros Z-8 e Z-18 apareceram no CV-16 e LPD Type 071. Eles são os pilares de navios maiores. A série de helicópteros Kamov e  Z-9C ainda são os cavalos de trabalho das forças de aviação rotativa da PLAN para os Destroyers e Fragatas. Em algum momento, esses helicópteros terão de ser substituídos já que os Z-9C são muito pequenas, enquanto os Ka-28 são muito velhos.

 PERCEPÇÕES SOBRE A PLAAF EM 2016

 De muitas maneiras, a PLAAF cresceu em mais áreas que a PLAN este ano.O motor aeroespacial continua a ser uma área que retém a maioria dos projetos da PLAAF.Os progressos dos projetos J-20 e Y-20 surpreenderam muitas pessoas, porém o  Z-20 está ainda muito longe em seus testes antes de entrar em produção.Depois do J-20, Z-20 e Y-20 juntarem-se ao serviço, o item a ser ticado é o projeto de bombardeiro H-20.

A China pode ir de um caminhão de bomba como H-6K a um projeto subsônico da asa voadora similar ao B-2. De todos os principais itens, este parece ser o mais desafiador de todos.

Fonte:China Air e Naval Power

 

2 Comments

  1. Grande matéria Edilson;

    Parabéns ao PB por nos trazer informações e análises importantes do que ocorre mudo afora no universo da geopolítica.

    A China tem avançado há passos largos na busca de sua independência tecnológica/Militar (fato) se preparando para os desafios vindouros.

    Grande abraço à Família PB, que 2017 se torne um ano de realizações para todos.

    Tamo juntos.

  2. Muito boa reportagem,
    passa uma boa ideia, em linhas gerais, do desenvolvimento das FA chinesas.

shared on wplocker.com