Menu
Categories
NO AR! – Hangout Plano Brasil – A ascensão do dragão chinês
Artigos Exclusivos do Plano Brasil

Hang Out China

 

Acompanhe pelo Link:
http://youtu.be/XyWzwLKA9yk

 

"24" Comments
  1. A Máquina Troll

    os eua sondam/rondam desesperadamente países pelo o mundo afora como Vietnã porque a Rússia e a China buscam formar um novo Pacto de Varsóvia…alianças militares/estratégicas com países pelo o mundo para consolidar um bloco econômico independente formado por emergentes…… só que desta vez um pacto mais forte/poderoso contra a Otan…

  2. Mauro Oliveira

    Eu queria que vocês falassem nessa virada da tecnologia chinesa, especialmente a naval, onde a qualidade está aparecendo junto com a quantidade.

  3. Arc

    Parabéns, foi bem agregador.

  4. Professor

    Bem Vinda à Liderança, China!

    Parabéns pela vossa conquista: ainda não sentastes formalmente no Trono, mas todas as pessoas inteligentes e perspicazes do Mundo sabem que os caminhos da História estão a desembocar em Vós.

    Claro que a História sempre pode mudar, claro que sempre pode acontecer um fato novo ou imprevisto que pode mudar os rumos dos acontecimentos. Mas sabemos que a probabilidade está a vosso favor, China. Sabemos, até o Império do Mal prevê, que Vossa Liderança será inconteste em uma década. Ou duas. Talvez mais, talvez menos. Mas não importa. Ocorrerá.

    China, tenhais mais responsabilidade que vosso antecessor; sejais mais humilde e não abuseis do poder: lembrai-vos que esse foi um dos motivos da derrocada do Império do Mal.

    Os povos da África, da Ásia e da América Latina, subjugados pela exploração, pela fome e miséria e sabotados pelo Maligno Ocidente, estarão agora livres para encontrar o caminho do desenvolvimento: não terão mais suas mãos amarradas e só dependerão de seu próprio suor.

    Claro, o futuro é sempre incerto, a empreitada não será fácil. Mas sabemos que estais resolutos e contam com a Mão Amiga do Grande Urso. Provavelmente, tereis que enfrentar uma Guerra de proporções bíblicas. Mas sabemos de vossa determinação e da grande capacidade do Grande Urso de enfrentar e sobreviver a esses desafios. No fim, vencereis!

    Que vossa liderança traga um Mundo Novo de Paz e Prosperidade!

    Seja muito bem vinda, magnífica China.

    • S-88

      Pergunta para o Zimbábue como é a liberdade para encontrar o caminho do desenvolvimento com os chineses “teacher”…..???

    • Conan

      Voce me mata de rir. A mão amiga do grande urso ao norte, a mão amiga dos hindus no oeste, a mão amiga do Japão e Coreia do Sul ao leste, as mãos amigas das Filipinas,Indonésia, Vietnã, Tailândia, Austrália e nova Zelândia ao Sul (sabe como é, os chineses são muito queridos por ali),e por fim as muitas mãos amigas com o qual a China pode contar na frota da US Navy no Pacifico.O povo do Himalaia nutrindo uma grande amizade pelos chineses e por ai vai. Realmente a China é um pais de muita sorte meu caro Professor, pois ela sabe fazer amigos 🙂

      • GENEROSO PATRIOTA

        O otimismo chinês do “tiecher” é comovente… 🙂

  5. Alexandre Santos

    Eu sou um pouco leigo no assunto, mas gosto muito de conhecer do mesmo. Eu enxergo uma questão geográfica. A formação da Eurásia é uma questão de tempo, havia anteriormente uma questão econômica e com o crescimento econômico da china isso será superado, o comércio entre as duas regiões.Asia Europa vai demolir as fronteiras. No ramo militar a Russia irá minimizar essa lacuna. Os EUA estão muito distantes e isso será definitivo. A Russia e China irão impor essa visão, a Europa não tem mais condições e para o seu próprio bem vai acabar capitulando.

    • .;…………….quase nos finais do século XIX a China foi desmoralizada pelos ingleses nas duas guerras do Òpio quando teve que abrir seus portos pra inglêsa da época empanturrar os chineses com droga…..no século XX sofreu a invasão da Manchúria pelos japoneses que queriam o ferro e carvão dessa região e logo depois para “agradecer”, militar japonesa praticou o massacre de Nanquim……..hoje em dia, dificilmente algum país invadirá a China……o Dragão está mais esperto….e melhor armado……….

    • GENEROSO PATRIOTA

      Há outros fatores nessa feijoada… a retirada das empresas ocidentais da China; o bloqueio econômico da liga do pacífico; o bloqueio militar citado pelo amigo Conan e por ai vai… sem os americanos comprando quinquilharias chinesas, a fome começará a grassar na terra do rio Amarelo… a China precisa mais dos americanos do que dos russos… questão de análise econômica rasa… saudações…

      • muttley

        O Sr. acredita que é só Chines que ganha dinheiro com a importação das quinquilharias pelos EUA , será que não tem gente que ganha muito dinheiro lá nos EUA [o Brasil mendigava para poder vender suco de laranja lá] ? A China era uma verdadeira maquina de fazer dinheiro e desempregar pais de familia nos EUA [indices da bolsa de NY eram comemorados por hipocritas ano apos ano] e agora vira o verdadeiro pesadelo Americano. E o pior vão tentar barrar as importações não pelos empregos mas por uma questão de geopolitica, que humanitario. Será que vão ter coragem de meter a mão na teta de uma galera que ganha dinheiro a granel com as importações, esse pessoal bota um dinheiro grosso nos “dois unicos partidos” que existem nos EUA, melhor esperar pra ver.
        Para os Chineses terem que voltar a comer rato por necessidade ainda vai ter que rolar muita agua por debaixo da ponte.
        Sds

      • _RR_

        muttley…

        No final das contas, não é que estejam querendo barrar importações…. Ocorre que o “made in USA” é que vem se tornando mais atrativo…

        E a razão para esta “retirada” da China é simples: o “custo China” está crescendo… Com a evolução tecnológica, cresce a necessidade de profissionais melhor gabaritados. Com isso, o custo do operário chinês tende a crescer. O custo de se importar também está começando a pesar… E esse movimento já está em curso faz algum tempo; não é de hoje…

        http://br.sputniknews.com/portuguese.ruvr.ru/2014_05_18/EUA-deixam-a-China-sem-meios-de-subsistencia-9680/

        http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2012/02/empresas-voltam-da-china-para-os-eua-apostando-no-made-usa.html

        Uma outra consequência disso resulta em oportunidades de investimento que também estão aflorando em outros países. Passa a compensar investir em lugares como India, Indonésia, Vietnam, etc, onde os custos acabam se tornando atrativos.

      • GENEROSO PATRIOTA

        A TESLA, por exemplo, está criando uma puta fábrica de veículos elétricos e baterias no… DESERTO americano… sinal que a China hoje já não é tão atrativa assim… o pesadelo dos “orientalistas” de plantão… ainda não entenderam que em tempos de crise e farinha pouca, O MEU PIRÃO PRIMEIRO… só brasileiro coitadista não entende a realidade dos fatos… teve os miolos lavados no politicamente correto… os chineses são problema da China, não nosso… chega de MIMIMI…

  6. Alexandre Santos

    Quando chegar o fim do dólar como moeda universal a supremacia dos EUA vai pro saco, rapidinho… Pode até demorar mas é inevitável. Só que antes disso muita coisa ruim vai acontecer, todo declínio de um império é doloroso e traumático.

    • _RR_

      Alexandre,

      A verdadeira riqueza deriva da geração de conhecimento. E nesse instante da história, a bola vai permanecer com o Ocidente…

      A única maneira de quebrar a hegemonia americana é constituir um parque de desenvolvimento tecnológico superior ao deles. E só nos EUA são concebidos atualmente mais de 80% dos inventos tecnológicos no mundo…

      Enquanto os americanos possuírem as suas grandes corporações e a vanguarda no desenvolvimento de novas tecnologias, vão deter o padrão pelo qual se guiará as economias mundiais… E os chineses sabem disso. Por isso a corrida febril que se vê hoje naquele país oriental pelo desenvolvimento do sistema educacional e de ensino superior. Eles querem criar cérebros…

      • Alexandre Santos

        O conhecimento tecnológico sem duvida é importante,.Uma questão, na segunda guerra mundial creio que a Alemanha estava bem a frente dos EUA e mesmo assim deu no que deu. Na minha opinião os EUA controlaram o mundo economicamente no pós guerra e daí derivou seu poderio, inclusive tecnológico, mas foi o poderio econômico quem possibilitou. Veja bem, a Europa não tem condições de crescimento econômico que garanta sua autonomia, naturalmente terão que buscar mercados e estes mercados estão na Asia, principalmente e em menor escala na America do Sul e Africa. Os EUA não admitem concorrência na America do Sul vinda da Europa. Resta a Africa onde todos disputam e a Asia, esta sim dependente da China economicamente e Russia energeticamente. O mundo caminha para deixar o dólar como moeda padrão, que foi imposta pela OPEP, A China já comprou petróleo em outra moeda da Russia, se isso se difundir o dólar terá sua hegemonia ameaçada. Todos os países usam o Dólar porque não há outro jeito, mas se isso mudar….. o bicho vai pegar. Porque a hegemonia na economia estará muito ameaçada.
        Um forte abraço e é sempre bom trocar opiniões.

      • GENEROSO PATRIOTA

        Como assim “Os EUA não admitem concorrência na America do Sul vinda da Europa.” !!!… vc tem idéia de qntas BMWs, PORSHEs e VWs são vendidos anualmente no continente sul americano ???!!!… só a VW fatura DEZENAS DE BILHÕES DE EUROS em solo brasileiro… vcs antiamericanistas tem que parar para pensar por conta própria e esquecer um pouquinho a cartilha do partido… assim vcs saem da realidade e passam a raciocinar num mundo paralelo que só existe na cabeça de vcs… PELOAMORDEDEUS !!!… tá na hora de amadurecer… por isso que estamos nesse estado deprimente como nação… não se para para pensar fora da cazinha vermelha… esqueçam o que seus professores universitários esquedistas ensinaram e aprendam tudo de novo… agora da maneira correta, realista e verdadeira… AFFF !!!… oh batalha difícil essa que travamos contra a mentira esquerdista !!!… haja s…o !!!… 🙂

      • Alexandre Santos

        Faltou as aulas de história?

      • GENEROSO PATRIOTA

        Só as do professor de história esquerdista… não disperdiço meu tempo com bobagens… 🙂

      • _RR_

        Alexandre,

        Não considero correto simplesmente comparar as ilhas de excelência da Alemanha na SGM com todo o desenvolvimento dos aliados ocidentais. Em muitas tecnologias vitais, os aliados estavam a frente… Sistemas de comunicação, navegação, radares e armas de destruição em massa são os maiores exemplos… Se dedicaram e evoluíram onde era mais importante.

        O dólar é a moeda padrão porque as grandes corporações mundiais ou são americanas ou dependem de algum aporte americano… Simples assim… Por isso que qualquer país que queira ser potencia faz o possível para deter um componente industrial independente…

        Quanto aos americanos não admitirem concorrência, basta ver os produtos que usamos e onde são produzidos… Aliás, pra eles não interessa tanto manter o trabalho braçal. O que interessa são patentes e a conservação do polo de desenvolvimento de novas tecnologias, além da concepção em solo nacional daqueles componentes que se considera tecnologia vital. Interessa a eles que tudo o que se produza tenha e dependa de uma tecnologia americana. E é aí que está o dinheiro. Daí deriva o poderio econômico. Foi assim que Japão, Alemanha e outros se tornaram países importantes, mesmo sendo territorialmente ( ou fisicamente… ) limitados.

      • Alexandre Santos

        Até onde eu sei o Dólar virou moeda padrão depois que a OPEP decidiu só receber pelo petróleo em Dólar isso fez com que todos os países tivessem que ter dólares em estoque para comprar petróleo. Basta ver quantos países consomem e quantos produzem petróleo que estão abrigados na OPEP.

      • _RR_

        Alexandre…

        E quem foi o maior consumidor de petróleo até aqui…? Pois é… Não há uma grande corporação de petróleo no mundo que não tenha diretamente mão americana ou que não dependa dos EUA pra alguma coisa hoje…

        Some isso ao que falei acerca de grandes corporações e produção de tecnologia e fica claro o porque do dólar ser a moeda padrão…

        O lance da OPEP é somente a ponta do iceberg… Há um universo muito mais abrangente acerca disso…

        A economia americana é um monstro, que produz de tudo e cujas empresas estão presentes em todos os setores pensáveis da raça humana. Quase tudo o que consumimos, estamos pagando nem que seja uma parte em dólar…

      • Alexandre Santos

        O lance da OPEP não é só aponta do Iceberg, o fato da OPEP exigir o pagamento em Dólar fez com que a economia americana não se preocupasse com questões que todos os países se preocupam. Todos compram títulos do governo americano para terem dólares em sua reservas a juros baixíssimos, logo todos os países acabam financiando a economia americana. A economia americana tornou-se um monstro após a 2ª guerra mundial, de 1930 à 1935 eles sofreram muito e não eram tão poderosos. Após a guerra impuseram suas condições econômicas ao mundo. E nisso o Dólar até hoje é muito importante, ter o controle do Dinheiro do mundo é uma vantagem enorme. No oriente médio governos foram destruídos a rodo, para se manter o controle do Petróleo e novamente o Dólar foi e é peça fundamental. E vc sabe perfeitamente que os EUA não querem o bem do mundo todo, querem o bem deles, o resto….. Mas isso não será eternamente assim, a história nos ensina isso com vastos exemplos.

      • _RR_

        Alexandre…

        Resumindo: a OPEP negocia em dólar porque (a) o principal consumidor de petróleo do mundo usa o dólar e (b) esse “consumidor” estendeu os seus tentáculos econômicos a todas as economias importantes do mundo… O mundo gira em torno de energia, e eles basicamente controlam ou influenciam os setores produtivos em todo o mundo, que utilizam/consomem petróleo… Logo, não é uma “imposição americana”, e sim uma consequência do domínio tecnológico, do setor produtivo, além do “monopólio” do consumo. Se um dia o Japão ou Rússia ou Brasil ou França tiverem influência no mesmo nível, pode ter certeza de que será a moeda deles a ser o padrão de referência ( considerando que o petróleo permaneça tendo a importância econômica que tem hoje, claro… ).

        A economia americana começou a despontar como importante logo após a Primeira Guerra Mundial, pegando carona no vácuo da decadência dos grandes impérios. Após a crise de 29, os americanos se recuperaram brilhantemente ao longo dos anos 30, logo ao ponto de influenciar globalmente o mundo de forma mais incisiva que no pós-1918.

        Evidente que os americanos não são bonzinhos… Vão sempre agir de acordo com o que consideram ser seus interesses… Mas o que veio após a Segunda Guerra foi uma consequência do próprio conflito… Ocorreu que, visto seu próprio parque industrial estar intacto e reterem a “fina flor” dos desenvolvimentos científicos a sua disposição, os americanos simplesmente estavam na posição de ter o controle direto ou indireto dos meios de produção ocidentais e de se tornarem a vanguarda da tecnologia… E fizeram isso… Com a Europa em frangalhos, não havia outro rumo a ser tomado… Todo mundo tava de pires na mão de qualquer jeito…

Comments are closed
*