Defesa & Geopolítica

MARINHA ESCOLHE MÍSSIL

Posted by

_Sea_Ceptor_MBDARoberto Pereira

A Marinha do Brasil selecionou o míssil “Sea Ceptor” como arma de defesa antiaérea de suas belonaves. Os projéteis serão inicialmente instalados em belonaves de escolta, como o “Tamandaré”, “Gerônimo de Albuquerque”, “Cunha Moreira” e “Mariz e Barros”. Com essa decisão o Brasil se tornou o terceiro cliente a adotar essa arma, depois da Grã Bretanha e da Nova Zelândia .

Fonte: AeroBusiness

29 Comments

  1. Pingback: MARINHA ESCOLHE MÍSSIL | DFNS.net em Português

  2. Melkor says:

    E é bom aprender logo a fazê-lo em casa.

    • Julio Brasileiro says:

      É bom o Brasil verificar se não dá pra mudar a rota por controle remoto. Rsrsrs.

      • Melkor says:

        Se a indústria brasileira aprender a fazer em casa…

  3. NovoBrazuk says:

    Finalmente alguma defesa para as nossas belonaves, espero que a Avibrás consiga uma parceria para a produção desses mísseis tal como os baseados em terra , más pela má vontade do governo federal acho difícil que a Avibrás consiga algum contrato , vai ver que faltou propina.
    Se o governo PT deixar a Avibrás falir será um crime lesa a pátria pior que as privatizações do governo anterior.

    • HMS_TIRELESS says:

      Crime seria deixar uma empresa como a EMBRAER na mão podre do Estado.

    • helveciofilho says:

      Essa é para aqueles que adoram colocar um “X” em tudo…eis o “X” da questão.
      .
      misturam incompetência com privatização achando que privatizada vai resolver o “X”, com por exemplo,o eterno sonho de colocar um X na PETROBRÁS. 😉
      .
      vejamos;
      .
      ***************
      .
      QUASE FALIDA,ELETROPAULO PRIVATIZADA PELOS TUCANOS REDUZ INVESTIMENTOS.
      .
      A controvertida privatização da Eletropaulo em 1998, já resultou em uma CPI e várias ações populares que serão julgadas pela Justiça. Os benefícios para os usuários não ficaram evidentes. A COMPRA foi por parte da companhia americana AES e foi parcialmente financiada pelo BNDES, totalizando R$ 2 bilhões; uma nova reavaliação constatou que a empresa deveria ser vendida por algo em torno de R$ 22 bilhões. Ou seja, a AES comprou uma propriedade do Estado brasileiro, com o dinheiro do estado brasileiro, não pagou a dívida – pois o banco nacional converteu US$ 1,3 bilhão de dívidas em ações e debêntures- e fica com o lucro.
      .
      (*)fonte:[ noticia-final.blogspot.com.br/2015/02/quase-falida-eletropaulo-privatizada.html ]
      .
      .
      (…) “ São Paulo foi o maior laboratório de privatização do Brasil, sob o comando do atual governador que presidia o PED. Ele vendeu empresas de energia, estradas, trens e metrôs, parte da Sabesp… E todos esses serviços estão defasados”, declarou Jose Bitelli, diretor do Sindicato dos Eletricitários de São Paulo. (…)
      .
      .
      *********************
      .
      EDITORIAL SOBRE A POSSÍVEL PRIVATIZAÇÃO DA SABESP.
      .
      O eleitorado tucano gosta de mencionar os EUA em tudo e para essa gente, inclusive para o senhor Benedito Braga, eu gostaria de dizer que: lá nos EUA a água é de responsabilidade do Governo Federal. Lá é coisa tão séria, senhor Geraldo Alckmin, que as represas, rios e mananciais, são preservados no rigor da lei 95-500, também conhecida como ‘Clean Water Act’. Se você, Alckmin, fosse governador de um Estado Americano, a chances de você ir preso seriam muito grandes, vide você ter jogado no lixo um dos maiores recursos hídricos dessa Federação.
      .
      (*)fonte:[ noticia-final.blogspot.com.br/2015/02/editorial-sobre-possivel-privatizacao.html ]
      .
      .
      (…) Privatizamos a Eletropaulo, cujo seu presidente é o americano Andrew Martin Vesey. Em SP não pode chover um pouco ou ventar forte que o fornecimento de energia é interrompido. Vendemos a Eletropaulo, orgulho paulista, para AES Corporation, uma empresa americana que vive pegando dinheiro do BNDES para financiar as “melhorias”, enquanto o seu lucro é levado para Arlington, Virginia. (…)

      • HMS_TIRELESS says:

        Não adianta Pastel, os fatos são cristalinos! A EMBRAER e a Vale estão aí para provar o sucesso da privatização. E já que você falou em eletricidade, os sucessivos apagões e o risco de racionamento estão aí para provar o fiasco da gestão pública federal.

      • helveciofilho says:

        Esse fiasco como o senhor disse, é um sinal de incompetência do governo federal é antigo, se lembro bem; até no governo do FHC que fora criticada quando as petistas eram a oposição e que mais tarde,quando estes viraram governo, os papeis se inverteram ..rsrsrs.. hipócritas devorando hipócritas. 🙂
        .
        E hipocrisia é o que se vê ultimamente na imprensa não é mesmo .. só agora se deram conta que exite uma coisa que se chama sonegações e corrupção .. Hahahah..só que preferem mais o tema da corrupção pois, assim saem bem melhor na foto, já imaginou se o tema fosse a sonegação, uma coisa que também afeta os cofres públicos … Hahahah…. sonegação é coisa de empresa privatizada e corrupção é coisa de empresa pública …Hahahah .. em quem paga é o povão .. isso não sai na GLOBO. 😉

      • PÉ DE CÃO says:

        correto lucena os tucanalhas privatizaram a sabesp faltou agua
        privatizaram a Eletropaulo hoje quando tem queda de arvores que antes se religava a luz depois de horas demora dias pois as equipes foram reduzidas

        se deixar esses caras privatizam a pm os presídios e as forças armadas
        no final colocam uma bandeira americana no lugar da nossa

        se a democracia faz a gente ter que conviver com traidor do lado ,então a democrecia já fez hora extra faz tempo !!!

    • helveciofilho says:

      Para quem acha que sonegação e corrupção não anda de mãos dadas e que coisa privatizada é coisa santa. 😀
      .
      .
      ***************
      .
      SONEGAÇÃO versus CORRUPÇÃO; os interesses dos EUA e seus cúmplices no Brasil.
      .
      Sonegação da Globo versus Corrupção da Petrobrás – o incômodo “empate técnico” das manchetes!
      .
      (*)fonte:[ http://redecastorphoto.blogspot.com.br/ ]
      .
      .
      (…)Links das manchetes imprensa-empresa a seguir:

      (1) 29/1/2015, O Globo: R$ 2,1 bilhões é o custo dos crimes investigados na Lava Jato.

      (2) 18/8/2012, Lauro Jardim, Radar on-line, Veja-Abril em: R$ 2,1 bilhões é quanto a Globo deverá pagar à Receita Federal por operações que resultaram em um recolhimento menor de impostos. (…)
      .
      .
      (…)Ele me enviou também uma singela perguntinha que faria ao eminentíssimo jurista, Dr. Ives Gandra Martins:

      Caro professor Gandra, que outros nomes e autoridades se enquadrariam na sua teoria do impeachment por omissão culposa? Dilma responderia pela fatia de R$ 0,2 bilhão/ano no caso da Petrobrás. Quantos mais responderiam, seguindo sua linha de raciocínio, pelo granel dos R$ 81,8 bilhões/ano relativo aos casos restantes?

      E nem os algoritmos do isento Google lhe escaparam:

      Googlômetro: 62.000.000 resultados para “corrupção” (que suga cerca de R$ 82 billhões/ano dos cofres públicos) contra míseros 615.000 resultados para “sonegação” (que suga cerca de R$ 500 bilhões/ano dos cofres públicos).(…)

      • Mangano says:

        A sonegação de impostos se deve a incompetência do governo em controlar, verificar, investigar e punir quem sonega. No mais, o que poderia melhorar muito os índices de sonegação seria uma reforma tributária para que a iniciativa privada não fosse tão onerada pelo poder público.

        Já que mencionaram o Metro de SP – a linha amarela (privada) cobra a mesma tarifa (R$ 3,50) que as linhas públicas e tem qualidade muito superior…

        “A mas o investimento está aquém do que a população precisa” – DESONERE o setor privado que ele terá mais dinheiro para investir! Não adianta chorar depois de décadas de má gestão pública gerando enormes déficits de transporte público. A iniciativa privada não conseguirá suprir essa demanda reprimida com a atual arga de impostos.

        No mais, como HSM_TIRELESS já colocou… EMBRAER (privada) vai bem obrigado… VALE (privada) vai bem obrigado… Empresas de telefonia (vão bem obrigado)…

        Concessionárias de energia? Não querem investir devido à interferência governamental… Petrobrás não precisa nem falar né!

        Privatização da Petrobrás já! Essa conversa mole de nacionalista de botequim (“o petróleo é nosso! o petróleo é nosso”) é uma grande falácia!

        O Petróleo é nosso de qualquer maneira Sr. Botequeiro desinformado! Tudo abaixo do solo é de propriedade do governo! O que é permitido, leiloado, taxado e revertido para a população (ou não no caso da bela e estatal petrobras) são os direitos de exploração e refino!

        É claro que iniciativa privada não é a madre teresa do investimento, mas são empresas sabidamente mais eficientes, pragmáticas, meritocratas e, consequentemente, rentáveis…

        Fosse a PTBrás um empresa privada, os descalabros não teriam chegado onde chegaram, afinal morreriam de medo da justiça (governo). Agora quando é o próprio governo que rouba (no caso do PT sistematicamente) a coisa fica bem mais difícil como qualquer pessoa de bom-senso pode atestar…

      • helveciofilho says:

        Sr.Mangano;
        .
        Realmente existe por parte de todo empresariado uma insatisfação dos impostos altos que são cobrados no Brasil, os empresariado paulistanos como o Sr. Affif Domingues que o diga, e isso não é de hoje e aliás, essas queixas não é uma coisa só dos empresários brasileiros más é uma coisa mundial.
        .
        E com relação a questão da sonegação de impostos de se poder explicar só pelo fato dos impostos ser altos no Brasil, com certeza essa tese que o senhor afirma, não foi pensada pelos advogados da Daslu …rsrsr .. caso fosse a dona da Daslu não teria que ouvir do meritíssimo uma condenação de 94 anos. 😉
        .
        Existe um país escandinavo ( Suécia ) onde os impostos são altíssimo se comparado com a do Brasil, más lá a população vê o retorno desses impostos em serviços são de boa qualidade e isso não se vê nos serviços prestados no Brasil; quer municipal,estadual ou federal.
        .
        A questão central é; se vamos moralizar este pais que seja sem hipocrisia barata pois, estamos cassados de ver ultimamente e o povo brasileiro, não merece isso que está passando.

      • helveciofilho says:

        LAVA-JATO
        .
        .
        Empreiteiras combinavam licitações desde o governo FHC, diz delator
        .
        (*)fonte:[ http://surgiu.com.br/noticia/186370/empreiteiras-combinavam-licitacoes-desde-o-governo-fhc-diz-delator.html ]
        .
        .
        (…) Ele disse ainda que o cartel passou a ter efetividade a partir de 2004, quando as empresas passaram a negociar contratos com os ex-diretores da estatal Paulo Roberto Costa e Renato Duque. A partir daí, segundo o executivo, houve cobrança de propina para que as empresas obtivessem contratos.
        (…)

  4. teropode says:

    Otima aquisiçao , o melhor entre os melhores ,sem mimimi ,sem diarreia ideologica !

    • Melkor says:

      Concordo que tenha sido uma boa escolha, e por esse talvez nós paguemos somente o quanto ele vale.

  5. _RR_ says:

    Excelente notícia!

  6. stadeu says:

    Péssima notícia, vai ser jameado no convés via satélite .

    • A Máquina Troll says:

      não adianta senhor stadeu…não aprendem nada com a historia e com as experiências passadas..não aprenderam nada com o incidente da guerra das Malvinas envolvendo Exocet’s comprados pelos Argentinos..mais uma porcaria chipada super faturada para enriquecer gringos vagabundos…

      mas não adianta mesmo senhor stadeu……fazer um povo que viveu séculos na base do voto do cabresto e do coronelismo entender essas coisas é impossível…é cultural…são séculos de uma cultura arraigada na mentalidade….a maioria dos brazileiros nasceu para puxar carroça mesmo….em todos os sentidos…..termos/expressões como “curral eleitoral” não foram cunhados por acaso para o povo deste pais….

    • _RR_ says:

      stadeu…

      Maquina…

      Primeiro de tudo: se ocidentais fazem isso, quem me garante que outros não façam o mesmo…?

      Na real, a maior parte dessas “estorias” de “chip” é lenda de internet…

      Vamos pelo óbvio: qualquer sistema assim, pra ser efetivo, precisa de sistemas poderosos de recepção e transmissão de dados, que tenha alcance de sobra ( o que implica em ampla capacidade de geração de energia e alguma superfície captadora de sinais que faça isso com eficiência ). Não é como um controle de garagem ou um torpedo que se manda pelo celular. A coisa é bem mais complexa… Ademais, em um ambiente de guerra de verdade, haverá pesada saturação eletromagnética… Por tanto, mesmo que houvesse um sistema assim, mais fácil a coisa não funcionar…

      O que ocorre mesmo é que os fabricantes evidentemente conhecem as contramedidas mais eficazes para deter seu próprio produto, além de limitar a tecnologia que exportam ( misseis de menor alcance, seeker de desempenho inferior, links de comunicação inferiores, etc )… E é óbvio que um fornecedor também pode entregar a um adversário os parâmetros das armas, o que inclui as frequências e alcance efetivo das cabeças de busca ( no caso de um seeker/radar ), o que permite bolar alguma contramedida eletrônica.

      No caso dos Exocet na Guerra das Malvinas, o que aconteceu foi exatamente o descrito acima, com os franceses fornecendo os parâmetros do míssil aos britânicos ( alcance, velocidade, frequência e alcance da cabeça de busca/radar, etc ). E mesmo assim, estes ultimos perderam navios para o míssil franco; prova de que ninguém “desativou” os mísseis… Aliás, os navios britânicos simplesmente não estavam preparados para um míssil como o Exocet naquela época. Suas defesas estavam aptas a atuar apenas contra mísseis soviéticos de geração anterior ao petardo francês… Caso similar aconteceu com a fragata USS Stark, desabilitada por dois mísseis Exocet lançados pelos iraquianos… E enfim, não creio que a tecnologia disponível nos anos 70/80 fosse capaz de prover algo nesse sentido…

      • stadeu says:

        Certo, certo RR meu caro …

        Eles vão vender armas que podem ser usadas contra eles próprios sem nenhum tipo de contra medida hibernante .

        E digo mais, o curruíra NG vai chegar bichado também, a primeira coisa que vai dar errado é Fly-by-wire, o radar fabricado pelo caras de saias que em referendo se sujeitaram a lamber as botas da rainha … faça-me o favor.

        Você pode escrever qualquer argumento técnico que quiser, fato é fato, o Atlântico Sul é de interesse, cobiça e inveja dos aliados estratégicos, tomara a Deus a Marinha não opte por type da realeza colonizadora .

        https://www.youtube.com/watch?v=jP-QMmzGL5I

      • _RR_ says:

        stadeu…

        Já disse…! Basta vender um missil de qualidades diversas, ou mesmo inferiores ( com um seeker de menor alcance e/ou que não resista ao jammer do fabricante, ou um link mais lento, e por aí vai… ). Enfim, padrão exportação ( que é o que todo mundo faz )… Aliás, se eles decidem que o cliente é uma ameaça, mais fácil não vender ( um procedimento que é adotado por praticamente todos os países sérios )…

        Quanto ao radar do Gripen, é evidente que conhecem a potencia, a banda e as frequências que serão emitidas por ele. Por tanto, é óbvio que podem interferir nas emissões, caso seja necessário. Logo, não precisam “desligar” o caça. Sabendo os parâmetros do equipamento, podem burla-lo quando bem quiserem ( e não seria diferente com franceses, russos ou quem quer que seja )…

        No mais, podem fazer o escambal com todos os fornecedores, impedindo a aquisição de peças ou armas, tal como fazem com os argentinos…

        Por fim, fora os parceiros da OTAN, a “rainha” ainda detém a maior contramedida de todas: a capacidade de destruir o inimigo em casa; quer seja por uma chuva de Tomahawks ou, se se sentir mesmo acuada, por um petardo Trident II… Logo, vão temer o que…? Um punhado de caças…? Um punhado de navios com mísseis de alcance reduzido? Mais fácil vender o que o cliente pede ao invés de perder mercados por “chipar” alguma coisa. E se o caldo entornar, como já disse, é só bloquear o fornecimento de peças e armas e deixar a força adversária a mingua com sistemas que logo se converteriam em peso pra papel sem manutenção…

        Por tanto, eles não precisam de uma contramedida hibernante que pode dar mais dores de cabeça do que resultados práticos no final…

        Se o PROSUPER não for a Type 26, vai ser alguma coisa de algum país membro da OTAN. E o “problema” vai ser o mesmo… E mesmo que não fosse, o País ainda estaria sujeito aos mesmíssimos “problemas”. Comprou no estrangeiro, se submete as condições do país fornecedor. Simples assim… Nem a Russia escapou disso… Por tanto ( e acredito que concordamos aqui ), quem quer equipamento sem riscos, vai lá e faz o próprio…

        Comentando o vídeo: o Gripen apresentou problemas no fly-by-wire nos testes. Contudo, uma atualização realizada em conjunto com os americanos sanou o problema.

      • stadeu says:

        “”” Aliás, se eles decidem que o cliente é uma ameaça, mais fácil não vender ( um procedimento que é adotado por praticamente todos os países sérios )”””

        Não, a tática melhor é … vender.
        Saberão o quanto temos ,
        saberão os pontos fortes e
        saberão os pontos fracos
        e principalmente como neutralizar.

        E por fim, nada como conhecer o real espírito de quem comenta … né ?? rs rs rs

        “””Por fim, fora os parceiros da OTAN, a “rainha” ainda detém a maior contramedida de todas: a capacidade de destruir o inimigo em casa; quer seja por uma chuva de Tomahawks ou, se se sentir mesmo acuada, por um petardo Trident II… Logo, vão temer o que…? Um punhado de caças…? Um punhado de navios com mísseis de alcance reduzido? “””

        Fico por aqui … ahhh sim … meio complicado mexer com um país que é celeiro do mundo né ???

        rs rs rs

      • A Máquina Troll says:

        senhor RR quer dizer então porque “todos” fazem isto então devemos nos conformar e aceitar?!….que absurdo…o senhor é mais um daqueles que defendem a internacionalização da nossa Amazônia verde & azul porque não temos condições de “cuidar ou de gerenciar” é senhor RR?!….

        sua argumentação é contraditória…uma hora afirma que “todos” fazem isso… outra hora afirma que isso não é possível tecnicamente….afinal de contas?!….é uma coisa ou outra senhor RR?!….seu desespero em fazer lobby ou militar para esta gente é tão grande que atira para todos os lados aqui….

        os próprios estadunidenses declararam na proposta de caças f-16 aos emirados árabes unidos que seus caças eram chipados mesmos…..que seriam oferecidos chipados….noticia inclusive veiculada aqui…

      • A Máquina Troll says:

        senhor RR quer dizer então porque “todos” fazem isto então devemos nos conformar e aceitar?!….que absurdo…o senhor é mais um daqueles que defendem a internacionalização da nossa Amazônia verde & azul porque não temos condições de “cuidar ou de gerenciar” é senhor RR?!….

        mais uma vez sua argumentação é confusa e enrolada….para não dizer contraditória…o senhor começa a argumentação dizendo que “todos” fazem isto e depois termina dizendo que fazer isto não é possível tecnicamente…uma hora afirma que “todos” fazem isso… outra hora afirma que isso não é possível tecnicamente….afinal de contas?!….é uma coisa ou outra senhor RR?!….o senhor é mais enrolado do que discurso de político!!!!!…seu desespero em fazer lobby ou militar para esta gente é tão grande que atira para todos os lados aqui….

        os próprios estadunidenses declararam na proposta de caças f-16 aos emirados árabes unidos que seus caças eram chipados mesmos…..que seriam oferecidos chipados….noticia inclusive veiculada aqui….

        vamos ver se meu comentário sai todo agora…..porque todos os dias eu sou atacado aqui….mas parece que é só eu que não pode responder aqui..

  7. ARC says:

    Tem prós e contras. Se analisarmos o cenário de combate, podemos ter o avanço de ter um sistemas de defesa contra algumas ameaças, mas só teremos essa defesa se a ameaça não for do eixo de influencia do fabricante. Claro, essa desvantagem pode ser ultrapassada se os mísseis tiverem sua expertise dominada por aqui, o que efetivamente levará nosso país a modificar os possíveis inputs troianos.

  8. ,..nada como uma boa engenharia reversa p contornar td os problemas dos chip’s.. e p ontem…. Sds. 😉

  9. PÉ DE CÃO says:

    primeiramente ,o governo federal continua investindo nas forças armadas
    isso foi mais um cala boca nos traidores

    as armas podem ter qualquer procedência ,o que tem que ser feito é colocar técnicos para entender o funcionamento da mesmas e assim dominar a tecnologia da mesma

    e não pararmos apenas na aquisição de uma alternativa apenas

    hoje o brasil entende bem do míssil exocet ,correto !! amanha o brasil entendera bem desse também isso é logica

    o problema é que uns querem tudo da russia e seus aliados outros tudo dos estados unidos e seus aliados

    na realidade não temos problema com nenhum lado e assim podemos comprar de quem nos oferece o melhor para nos e o que precisamos para cumprir a missao

    ideologia de direita e esquerda só para a geração perdida da época da ditadura .

    soldado não esta ligando se a arma é desse ou daquele fabricante ,mas sim se essa é efetiva funciona e vai trazer ele com vida da missão

    sera que é difícil de entender isso !!!

    parabéns ao governo federal e seus aliados .que continua o governo que mais investiu nas forças armadas e continua investindo

    a manutenção dele é fundamental para o termino do subnuclear que fara o brasil entender o funcionamento dessa energia

    queremos agora que se construa usinas nucleares para a demanda de energia para o brasil !!!

    • Mangano says:

      Demanda ignorada pelo próprio governo que resolveu baixar tarifas (populismo) quando o setor mais precisou de investimento.

      Hidrelétricas à fio d’água (ecochatos), turbinas eólicas sem linhas de transmissão (corrupção?), nada de Angra (3,4,5,6,7,8… de novo ecochatos)…

      Agora estamos assim: sem energia mesmo em um quadro iminente de recessão…(comprando dos hermanos, olha que mimo, que também pediram emprestado para nós… afinal outra republiqueta populista e incompetente).

      Ah! Mas é carnaval! Então ta tudo bem! Aliás o carnaval do PT! Só que agora o leitinho (divisas geradas pela super-valorização das commodities nos anos 2000) secou! 🙁 🙁 🙁 :L.

      #leitinhosecou
      #dilmatriste

      Não fez lição de casa, quis fazer caridade com o chapéu alheio e agora o verão acabou!

      A formiga nunca empresta,
      nunca dá, por isso junta.
      “No verão em que lidavas?”
      à pedinte ela pergunta.
      Responde a outra:
      “Eu cantava,
      noite e dia, a toda a hora”.
      “Oh! bravo!”,
      torna a formiga.
      “Cantavas? Pois dança agora!”

shared on wplocker.com