Defesa & Geopolítica

Índia anuncia programa para aquisição de 06 aeronaves AWACS

Posted by
DRDO_AEW&C_Embraer_ERJ_145

Na imagem o modelo Embraer 145 AWACS, plataforma que seria a proposta da Embraer para o programa

Tradução e adaptação
E.M.Pinto
Índia lança programa para a aquisição de (06) seis aeronaves AWACS para a Força Aérea da Índia. Depois de ter sido suspenso por um ano, o  programa Centrede Airborne Systems (CABS) abriu uma competição global para fornecimento de seis aeronaves que serão devidamente modificadas, como parte da competição, para apoiar o papel AWACS .
O DRDO não especificou que tipo de aeronave deve ser a base para o programa, mas impõe como requisitos ao vendedor, a capacidade de projetar, modificar estruturalmente e certificar a aeronave da qual serão adquiridos seis unidades. Além disso, o fornecedor vencedor terá ainda que projetar e fabricar a cúpula antena de 10 metros, bem como a executar a sua instalação.
O DRDO procura atrair o interesse de fornecedores que incluem Boeing, Saab, a Airbus, o UAC (Ilyushin, Antonov, Sukhoi), Bombardier e Dassault Aviation.
Atualmente a IAF opera aeronaves baseadas no Il 76 um dos fortes candidatos a concorrência.
AIR_A-50EI_AWACS_IAF_Michael_Sender_2009_CCASA3_lg

7 Comments

  1. Se a Embraer vier a participar de tal concorrência .. n acredito a oferta tenha como base de plataforma os ERJ-145 ..mais sim os E-JET 170… pode ser .

    • Eu ja aposto na oferta de uma versao do KC390 , principalmente por causa do espaço interior que facilitaria em muito a distribuiçao engonomica de equipamentos e tripulaçao ,vamos torcer para que a embraer caso solicitada, ofereça duas opçoes !

      • Isto seria fantástico, seria o impulso para uma nova família AWACS by Embraer, e com a recem parceria com a SAAB, e algo muito interessante sim 🙂

  2. Só espero q a EMBRAER entre n concorrência, tem chances de levar…vamos ver.Sds.

  3. Também acho que o ERJ-145 não deve ser o avião pretendido, a não ser que a Embraer tire da cartola uma opção com os E-170 ou E-190, o que acho difícil. Apenas a especificação da cúpula/antena já lança dúvidas com a exigência de 10 metros da cúpula, apesar da definição ser um pouco vaga.

    A propósito, alguém sabe se concluíram a modernização dos PS 890 Eryeye anunciada em Abril do ano passado?

  4. marcio alves do nascimento says:

    A Embraer já tem uma vantagem nesse programa por já ter fornecido 3 EMB-145 AEW&C em cooperação com o DRDO,durante a LAAD 2013 a grande novidade foi no possível oferecimento de uma versão AEW&C que empregaria a plataforma comercial E-170/190. O emprego de uma plataforma maior apresenta diversas vantagens que vão desde o aumento da autonomia até uma quantidade maior do número de estações de trabalho, podendo gerenciar muito mais dados e informações ao mesmo tempo.

  5. Se a Embraer aproveitar o momento e se associar com a Saab para concorrer neste programa na certa o levaria facil.

shared on wplocker.com