Defesa & Geopolítica

Gripen Demo voa com IRST – Infra-Red Search-and Track

Posted by

Ivan Plavetz

A Saab informou que o primeiro teste com o sistema passivo de detecção e engajamento de alvos por radiação infravermelha (IRST-Infra-Red Search-and Track) Skyward-G instalado do Gripen Demo 39-7 foi bem sucedido. Esse sistema será integrado no Gripen NG, denominado pelos suecos variante “E”.

O Skyward-G (acima)compreende um sensor enclausurado numa semiesfera parcialmente transparente instalada sobre o nariz logo a frente do cockpit da aeronave (embaixo). Esse dispositivo esta associado a uma unidade processadora em forma de caixa acomodada no interior do compartimento de avionicos existente no nariz do Gripen Demo (Foto: Selex ES)

Desenvolvido pela divisão de Sistemas Embarcados e Espaciais da Selex ES, o IRST Skyward-G permitirá que o avião detecte e identifique potenciais ameaças aéreas a longas distancias sem ativar primeiro o radar de varredura eletrônica por matriz ativa (AESA) da aeronave.

O IRST terá aplicações secundárias, como por exemplo, a habilidade de atuar como sistema de navegação e auxilio nas aterrissagens. Hans Einerth, piloto de provas chefe da Saab em Linköping, disse que o voo do Gripen Demo equipado com o Skyward-G transcorreu com muito bons resultados. Múltiplos alvos foram detectados, engajados e identificados com o sistema trabalhando perfeitamente.

Desenvolvido pela divisão de Sistemas Embarcados e Espaciais da Selex ES, o IRST Skyward-G permitirá que o novo avião de combate detecte e identifique potenciais ameaças aéreas a longas distancias sem a necessidade de ativar primeiro o radar de varredura eletrônica por matriz ativa (AESA) da aeronave (Foto: Saab).

O Skyward-G compreende um sensor enclausurado numa semiesfera parcialmente transparente instalada sobre o nariz logo a frente do cockpit da aeronave.

Este dispositivo, associado a uma unidade processadora em forma de caixa, está acomodado no interior do compartimento de avionicos existente no nariz do Gripen Demo. Segundo a Selex, o peso do conjunto é da ordem de 40 kg.

A Saab informou que os trabalhos de desenvolvimento e integração do IRST estão se desenrolando dentro do cronograma. A companhia esta produzindo três aviões de ensaios dedicados à definição do Gripen NG (ou E) para se juntarem ao avião prefixo 39-7, usado atualmente como plataforma de testes para alguns itens.

O Gripen de nova geração deverá estar pronto para entrar em serviço ao redor de 2018. Suécia, Suíça e Brasil devem assinar contratos definitivos de compra nos próximos meses.

 

Fonte: Tecnologia & Defesa

2 Comments

  1. Ótimo, mt bom, o n caça, está melhorando pena q se aumentar a sua autonomia será matar sua manobrabili//…vou torcer p q ele dê independência neste campo, e q os “nossos” sejam caças capazes de fazer frente a um Su=30MK2S …p ontem.Sds.

  2. Boa matéria!

    Mas, confesso que vou ficar bem mais tranquilo quando os caças alçarem voo e os submarinos forem lançados ao mar.

shared on wplocker.com