Categories
Fotos do Dia História

Em comemoração ao dia do Marinheiro: Submarino Timbira e fragata Independência serão abertos para visitação no final de semana

http://2.bp.blogspot.com/__yEqJNH6iI0/TNhxPFVX_NI/AAAAAAAABqo/0ol2RM1_hFw/s1600/timbira.jpgSugestão: Fortaleza da Barra

O submarino Timbira e a fragata Independência estarão abertos para visitação pública no próximo final de semana, das 14 às 19 horas, no cais da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), entre os armazéns 27 e 29 do Porto de Santos. A entrada é gratuita.

O submarino chegará ao complexo santista nesta quinta-feira e permanecerá na região até a próxima segunda-feira. Já a Independência atracará apenas na sexta-feira. Ambos estão sediados no Rio de Janeiro e estão na Cidade durante período de Patrulha das Águas Jurisdicionais Brasileiras e exercícios de adestramento.

http://i332.photobucket.com/albums/m336/PANZERMODEL_2008/MARINHA/DSC06526.jpgFoto: Panzer Model – Roberto Correa / Cinquini

Essa será a segunda vez que a fragata Independência passa pelo Porto em menos de um mês. Ela esteve em Santos no final de novembro para participar da operação Aderex II/2010. O trabalho teve como objetivo contribuir para o aperfeiçoamento do emprego do Poder Naval.

http://i332.photobucket.com/albums/m336/PANZERMODEL_2008/MARINHA/DSC06591.jpgFoto: Panzer Model – Roberto Correa / Cinquini

Nota do editor

Ao contrario do que a reportagem informa somente a Fragata esta aberta a visitação pública.

E.M.Pinto

Fonte: A tribuna

Categories
Geopolítica Opinião

Economia cubana pode desmoronar em 2 anos, segundo dados do WikiLeaks

http://i0.ig.com/fw/z8/iv/37/z8iv37s1l7prg6pgaqm1rrs8.jpg

Conselheiros comerciais de Brasil, Canadá, China, Espanha, França, Itália e Japão criticam intervenção militar na economia

A situação econômica em Cuba poderia se tornar insustentável no curso de dois ou três anos, segundo dados revelados pelo portal WikiLeaks, que cita os conselheiros comerciais de vários países, entre eles Espanha, França, Itália e China, em comunicação com a diplomacia americana.

Motocicleta é vista estacionada perto de muro pintado com bandeira cubana e imagem do líder revolucionário Che Guevara em Havana, Cuba (03/11/2010)

Segundo os telegramas revelados nesta sexta-feira pelo jornal espanhol “El País” e fornecidos pelo WikiLeaks, a crise financeira global e a impossibilidade de atender à sua enorme dívida externa levará a situação econômica cubana até limites que podem ser “fatais em dois ou três anos”.

O WikiLeaks cita como fontes desta e de outras informações relativas à difícil situação da ilha caribenha representantes da França e Japão, que são credores de Cuba, e os conselheiros comerciais da China, Espanha, Itália, Canadá, Brasil.

Segundo os documentos citados pelo “El País”, a Itália avalia que “Cuba poderia ser insolvente em 2011”, enquanto o conselheiro chinês afirma que a rigidez econômica cubana é “uma dor de cabeça”.

Os conselheiros explicam que Cuba poderia se ver obrigada a realizar reformas similares às efetuadas em uma situação quase de emergência do começo dos anos 90, quando a Revolução Cubana (1959) “quase quebrou”.

As avaliações contradizem a situação financeira “oficial”, que vê como esperançosas as reformas previstas pelo regime castrista, incluindo a progressiva “descentralização” da gestão empresarial.

No entanto, os papéis vazados da diplomacia americana pelo WikiLeaks abordam também a crescente e negativa intervenção das Forças Armadas cubanas na economia em prejuízo da influência das empresas estatais.

“A economia cubana é progressivamente manuseada por engenheiros militares que são capazes de levar o dia a dia dos negócios, mas não têm a visão de promover reformas que tirem o país da desordem econômica e da economia centralizada”, indica Jonathan Farrar, chefe do Escritório de Interesses dos Estados Unidos, em um dos documentos vazados.

Fonte: Último Segundo

Categories
Defesa Negócios e serviços

Argentina busca um Learjet 35

A Fuerza Aérea Argentina está procurando adquirir um Learjet 35 para recuperar as capacidades perdidas com a retirada de serviço do Boeing 707 VR-21.

Acredita-se que a aeronave vá possuir posições de COMINT, ELINT e Comando, e, assim configurada, superaria a capacidade eletrônica do Boeing 707 acima referido.

Os recursos orçamentários para a compra e posterior adaptação local já estão disponíveis(Juan Carlos Cicalesi)

Fonte:  Segurança & Defesa