Categories
Geopolítica

Premiê do Reino Unido cogita iniciar retirada do Afeganistão em 2011

http://i1.r7.com/data/files/2C92/94A3/26E4/7460/0126/E746/994E/6BA7/soldado.jpg

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, faz uma visita surpresa nesta terça-feira (7) ao Afeganistão, onde manifestou seu “otimismo prudente” sobre a possibilidade de retirada das tropas britânicas do país a partir de 2011.

– Acredito que é possível, mas obviamente temos que continuar fazendo os avanços que fazemos.

Em visita às tropas em Camp Bastion, principal base britânica no Afeganistão, localizada na violenta Província de Helmand, Cameron afirmou que a preparação para a retirada segue “um bom caminho”.

– Em termos de território coberto, de quantidade de pessoas protegidas, de treinamento das forças afegãs, acredito que há elementos para um otimismo prudente, e que isso vai em um bom caminho.

Ao lado do general David Richards, Cameron passou pelas bases britânicas nas quais estão mobilizados os 10 mil soldados que combatem os insurgentes do Taleban, retirados do poder após a invasão das tropas aliadas, em 2001.

Por motivos de segurança, o gabinete do primeiro-ministro não revelou a data de retorno do governante a Londres. A visita do chefe de governo britânico às tropas no Afeganistão antes do Natal é uma tradição desde o início do conflito.

A Otan (aliança militar do Ocidente) fixou como meta uma retirada em 2014, e Cameron se comprometeu a concluir a saída do país até 2015.

Secretário de Defesa dos EUA também faz visita

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, também chegou nesta terça-feira ao Afeganistão, onde pretende se reunir com os comandantes das forças internacionais e com o presidente, Hamid Karzai.

A visita acontece em clima de tensão entre Washington e Karzai, depois da divulgação pelo site WikiLeaks de documentos diplomáticos nos quais funcionários americanos destacam a “fragilidade” e a “paranoia” do chefe de Estado afegão, assim como a corrupção que supostamente afeta seu governo.

Fonte: R7

Categories
Conflitos Fotos do Dia História

O ataque Japonês a Pearl Harbor

No dia 7 de dezembro de 1941, a Marinha Japonesa lançou um ataque surpresa contra a base naval dos Estados Unidos em Pearl Harbor, no Havaí. Mais de 350 aviões japoneses atacaram e afundaram vários navios de guerra da Marinha dos EUA e destruíram quase 200 aviões americanos. O ataque matou  2.402 pessoas e provocou uma declaração de guerra dos Estados Unidos contra o Japão.


Fonte: Último Segundo

Categories
Defesa Fotos do Dia

FX 2: Palavras do presidente Lula são controversas

http://4.bp.blogspot.com/_MlYj_EScSYY/TPNAqyOj7uI/AAAAAAAAAI0/SeBKR8XBqc0/s320/Imagem_Lula_G_20.jpgEscolha de caças ficará para governo Dilma, diz Lula

Presidente deve receber nos próximos dias o parecer técnico que avalia as propostas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou nesta terça-feira (7) que não pretende tomar uma decisão sobre a compra dos 36 caças que vão reequipar a FAB (Força Aérea Brasileira). Segundo ele, não faz sentido a 24 dias do fim do seu mandato definir um processo que resultará “numa dívida que levará anos para ser paga”.

– Se o relatório chegar à minha mão e eu tiver tempo de consultar o Conselho de Defesa, pode ser que eu analise, mas é muito melhor deixar para o próximo governo. Não faz sentido criar uma dívida que vai levar dez anos pagando há menos de 24 dias do fim do meu mandato.http://pbrasil.files.wordpress.com/2010/09/fx-2-concorrentes1.png?w=580&h=525

O presidente informou que deve receber nos próximos dias o parecer técnico que vai avaliar as três propostas oferecidas por empresas da França, dos Estados Unidos e da Suécia. Ele falou sobre o assunto depois de participar de solenidade do lançamento Cartão Família Carioca da Prefeitura do Rio de Janeiro, no Palácio da Cidade.

Fonte: R7

Categories
Negócios e serviços Tecnologia

Helicópteros russos MI-171A1 vencem contrato no Brasil para execução de trabalhos na Amazônia

http://cavok.com.br/blog/wp-contents/uploads/2010/12/001_mi_171preview.jpg

Os helicópteros multifuncionais russos Mi-171A1 de produção da Fábrica de Aviação Ulan-Udeque faz parte do holding Russian Helicopters, venceram o concurso da petrolífera nacional brasileira Petrobras para o direito de executar os trabalhos na região amazônica.

No concurso participaram várias empresas brasileiras de transporte aéreo que mostraram à Petrobras helicópteros das maiores empresas nesta área: Sikorsky Aircraft, Eurocopter e holding Russian Helicopters. No conjunto de características e relação qualidade/preço o vencedor do concurso para o direito de realizar trabalhos aéreos foi o helicóptero pesado russo Mi-171A1, apresentado pela empresa de transporte aéreo Atlas Taxi Aereo.

As partes acordaram sobre as especificações técnicas e condições de entrega para o Brasil do primeiro lote de helicópteros Mi-171A1 que consiste de dois helicópteros de transporte e que está marcada para 2011. No futuro serão considerados opções para aumentar o volume de fornecimento do Mi-171A1 e criar a longo prazo um centro de manutenção de helicópteros russos na base técnica da empresa brasileira.

“A Russian Helicopters está preparada para atender as necessidades dos nossos parceiros brasileiros em qualquer tipo de helicópteros. Em conexão com os planos da Petrobras que pretende aumentar produção de petróleo na região amazônica, a utilização do Mi-171A1 nas condições off-road se torna um fator importante na preservação do ambiente da floresta relíquia desta região única”, – disse o Diretor-Geral da Russian Helicopters Dmitri Petrov.

Os Mi-171A1 se tornaram os primeiros helicópteros civis de fabricação russa proferidos no mercado de aviação do Brasil. Mais cedo, em 2008, a Empresa Federal Estatal Unitária “Rosoboronexport” assinou contrato com o Ministério da Defesa brasileiro para fornecimento de 12 helicópteros militares, Mi-35M, produzido Rostvertol que pertence ao holding Russian Helicopters. Até a data de hoje no âmbito de contrato foram entregues seis helicópteros para a parte brasileira. Prevê-se que o último lote de helicópteros Mi-35M pode ser fornecido ao Brasil até o final de 2011.

O helicóptero Mi-171A1 obteve certificação no Brasil em 2005 e possui o certificado correspondente sendo este capaz de operar em condições climáticas adversas de dia e de noite. O Mi-171A1 pode transportar até 26 passageiros ou 4 toneladas de carga no interior da cabina, transportar carga externa de mercadorias com peso de até 4 toneladas ou ser usado para o transporte de 12 feridos, acompanhados por equipe médica, para a execução de trabalhos de busca e salvamento e combate a incêndios.

Fonte: Cavok

Categories
Conflitos Inteligência

fundador do WikiLeaks se entrega

http://img.timeinc.net/time/images/covers/europe/2010/20101213_400.jpg

A prisão do fundador do WikiLeaks parece uma “boa notícia”, disse nesta terça-feira (7) no Afeganistão o secretário de Defesa dos EUA, Robert Gates.

Assange entregou-se à polícia britânica e foi preso em cumprimento de uma ordem de prisão emitida na Suécia. Ele é acusado de crimes sexuais naquele país.

“Ainda não haviam me contado, mas parece uma boa notícia”, disse Gates ao ser questionado por jornalistas em sua chegada à base americana de Fort Connolly.

Na semana passada, Gateshavia dito que o vazamento de documentos diplomáticos norte-americanos feito pelo WikiLeaks era “embaraçoso”, mas teria impacto limitado nas relações com os outros países.

O governo americano vem criticando fortemente o vazamento, que qualificou de um “delito grave”, mas não questionou a veracidade dos documentos revelados.

O secretário de Justiça, Eric Holder, disse na semana passada que já há uma investigação criminal “ativa e em curso” sobre o vazamento e que as autoridades vão processar os responsáveis. Ele afirmou que a publicação representa “um risco para a segurança nacional” dos EUA.

Fonte: G1 via Hangar do Vinna

Categories
Geopolítica

Brasil vai liderar mudança no desenvolvimento global, diz Nicholas Stern

http://farm3.static.flickr.com/2281/2118211820_26f9d5af6b.jpgEric Brücher Camara

Enviado especial da BBC Brasil a Cancún

O Brasil tem tudo para liderar a América Latina e o mundo na transformação do modelo econômico atual para um mundo para uma economia de baixo carbono, na opinião do economista britânico Nicholas Stern.

Autor do influente relatório que, em 2006, pela primeira vez calculou os custos econômicos das mudanças climáticas e do seu combate, Stern afirmou à BBC Brasil que a crise climática global representa uma oportunidade para a região como um todo.

“Na América Latina, você pode ter ganhos enormes provenientes das oportunidades das novas tecnologias, já que é esse o caminho que o mundo está tomando”, disse o inglês, em Cancún.

“Acho que a região será um dos motores da mudança.”

Nicholas Stern citou o Brasil como líder atual na produção de biocombustíveis e disse apostar que o país possa liderar também nas tecnologias de biocombustíveis de segunda geração, ou seja, a partir de restos da produção de cana-de-açúcar ou milho, por exemplo.

Potencial do Brasil

Outra tecnologia do futuro, a produção de combustível a partir de algas, também seria um dos possíveis potenciais do Brasil, que, segundo Stern, ainda tem a vantagem de ter uma comunidade científica expressiva e um centro tecnológico.

“O Brasil poderia ser uma das principais fontes de produtos que dependem da biomassa. Florestas têm um tremendo potencial como combustível, se forem bem administradas.”

“Acho que o Brasil realmente tem um potencial tremendo”, disse.

O economista destacou principalmente as oportunidades latino-americanas. Para ele, se exploradas sustentavelmente, as riquezas naturais podem alçar a região ao desenvolvimento.

Vulnerabilidade

No ano passado, Nicholas Stern participou da produção de um relatório encomendado pelo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, sobre como levantar os US$ 100 bilhões anuais prometidos pelos países desenvolvidos às nações em desenvolvimento até 2020.

Ele também ressaltou a vulnerabilidade da região aos impactos da mudança do clima, como furacões, secas e subida do nível do mar.

Por isso, Stern acredita que todos os países latino-americano devem ser beneficiados com as verbas deste fundo verde bilionário.

Entre as principais tarefas futuras na região, segundo o inglês, está o fim do desmatamento na Amazônia.

“Não há forma de combater mudanças climáticas sem acabar com o desmatamento. Mas qualquer que seja a nossa forma de acabar com ela, tem que ser em parceria com o resto do mundo, liderada pelos países onde as florestas estão.”

Para Stern, o trabalho precisa ser feito de forma a eliminar também a pobreza e fomentar o desenvolvimento.

“Temos que combater pobreza e mudança climática – se falharmos em um, falhamos no outro”, afirmou.

Fonte: BBC Brasil

Categories
Inteligência

WikiLeaks divulga lista de locais vitais para segurança nacional dos EUA

DA BBC BRASIL

Uma longa lista de locais descritos pelos Estados Unidos como vitais para a segurança nacional foi divulgada como parte dos documentos americanos secretos que vêm sendo publicados pelo site WikiLeaks.

O Departamento de Estado americano pediu em 2009 a todas as missões diplomáticas do país no exterior informações sobre uma lista de instalações cuja perda poderia afetar criticamente a segurança nacional dos Estados Unidos.

A lista inclui oleodutos, centros de comunicação e de transporte, minas e fábricas de produtos médicos.

O documento é considerado possivelmente o mais polêmico divulgado até agora pelo WikiLeaks, que vem divulgando desde o domingo passado um pacote de mais de 250 mil comunicações diplomáticas secretas dos Estados Unidos.

A definição de segurança nacional americana revelada pelo comunicado do Departamento de Estado é ampla e abrangente.

Além dos locais mais óbvios de infraestrutura estratégica, o documento contém ainda locais diversos como uma mina de cobalto no Congo, uma fábrica de soro antiofídico na Austrália e uma fábrica de insulina na Dinamarca.

No Brasil, o documento enviado pelo Departamento de Estado lista cabos de comunicação submarinos com conexões em Fortaleza e no Rio de Janeiro e minas de minério de ferro, manganês e nióbio em Minas Gerais e em Goiás.

O comunicado pede às missões americanas informações sobre todas as instalações cuja perda poderia ter um impacto crítico sobre a saúde pública, a segurança econômica ou a segurança nacional dos Estados Unidos.

ALVOS POTENCIAIS

A lista no documento divulgado pelo WikiLeaks é considerada como uma relação de alvos potenciais para ataques contra interesses americanos no exterior.

O diário britânico “The Times” publicou a notícia sob o título “WikiLeaks lista ‘alvos para o terror’ contra os Estados Unidos”.

Alguns locais recebem uma qualificação especial na lista, como o entroncamento de oleodutos de Nadym, no oeste da Sibéria, descrito como “a instalação de gás mais importante do mundo”.

O local é um importante ponto de trânsito do gás russo exportado para a Europa Ocidental.

Em alguns casos, indústrias farmacêuticas específicas ou fábricas de produtos sanguíneos são especificadas por sua importância crucial para a cadeia global de suprimento.

Para muitos críticos, o documento gera o questionamento sobre quais os benefícios dos vazamentos do WikiLeaks.

“Esta é mais uma evidência de que eles têm sido geralmente irresponsáveis, à beira da criminalidade”, afirmou o ex-ministro das Relações Exteriores do Reino Unido Malcolm Rifkind.

“Este é o tipo de informação que os terroristas têm interesse em conhecer”, disse.

Fonte:  Folha

Categories
Brasil Defesa Negócios e serviços

Com expectativa de continuar no ministério, Jobim tem encontro de três horas com Dilma

http://3.bp.blogspot.com/_aNCQJYiqzSc/SXizVI_8XHI/AAAAAAAAAbY/Kepf1i_pFCI/s400/PAK-FA.jpg

Sugestão: Darkman

Após quase três horas de reunião com a presidente eleita, Dilma Rousseff, o ministro Nelson Jobim (Defesa) deixou a Granja do Torto, residência de campo da Presidência, sem falar com a imprensa.

A expectativa era de que nesse encontro fosse formalizado o convite para que ele permaneça no cargo no futuro governo e ainda um desfecho para a compra de novos caças para a Aeronáutica.

Segundo assessoria de Dilma, a reunião foi para discutir futuro governo e as ações das Forças Armadas no Rio de Janeiro no combate ao crime organizado – além da presença dos militares na pacificação do Complexo do Alemão e da Vila Cruzeiro que foram ocupados em resposta a onda de ataques de criminosos na cidade.

Jobim chegou ao Torto em seu carro particular, modelo Land Rover. Pela manhã, a presidente eleita recebeu o presidente do PT, José Eduardo Dutra, e seus futuros ministros Antonio Palocci (Casa Civil) e Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral).

O ex-ministro Mangabeira Unger (Secretaria de Assuntos Estratégicos) também esteve no local.

CAÇAS

Sobre as compras dos caças para renovar a frota da FAB (Força Aérea Brasileira), a Folha antecipou em janeiro, relatório técnico que apontou o Gripen NG, da Saab, sueca, em primeiro lugar, principalmente pelo melhor preço e por propiciar maior transferência de tecnologia.

O F-18 norte-americano, considerado pelos pilotos o melhor avião em si, ficou em segundo; o Rafale francês, preferido por Jobim e pelo Planalto por questões políticas, ficou em terceiro e último. Só ganhou num dos sete critérios analisados.

Apesar da indicação técnica da FAB, Jobim manteve a preferência pelo Rafale, alegando que há “uma aliança estratégica” do Brasil com a França.

A decisão final cabe ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que deve convocar o Conselho de Defesa Nacional ainda nesta semana, provavelmente na quinta-feira, para ratificar a opção.

Fonte: Folha