Defesa & Geopolítica

AERNNOVA em projeto com AVIBRAS

Posted by

http://www.aernnova.com/user/en/images/logo.gif

http://www.ispersul.com.br/logo_parceiros/logo_avibras.jpg

A empresa Aernnova, de São José dos Campos, assinou contrato para trabalhar junto com a Avibras no desenvolvimento de uma aeronave sem piloto,cujos testes devem começar em 2011. Cabe à Aernnova o projeto der engenharia da estrutura da aeronave. Atuando desde 2004 a Aernnova opera hoje em programas como os aviões das séries 170/190 da Embraer (Roberto Pereira).

Acesse ao site da  Aernova clicando aqui

Fonte: Aerobusiness

6 Comments

  1. Muito bom!
    E.M. Pinto seria possivel obter mais iformações sobre esse vant da Avibras?

  2. A parte eletrônica do novo VANT da AVIBRAS, envolvendo o seu sistema de navegação e controle (SNC), já foi testada com sucesso entre 2007 e 2008, utilizando-se como plataforma o pequeno VANT Acauã (foto), de propriedade da Força Aérea Brasileira (FAB). Essa etapa de ensaios foi um projeto desenvolvido conjuntamente pelo Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial (CTA), Centro Tecnológico do Exército (CTEx), Instituto de Pesquisas da Marinha (IPqM) e a Avibrás como parceira industrial.

    Para a última campanha de testes em vôo foram contratadas as empresas Flight Technologies (piloto automático), BCC- Bossan Computação Científica (software embarcado) e Johansen Engenharia (engenharia de sistemas).

    A fase de certificação do novo VANT, segundo o CTA, tem uma previsão de absorver mais R$ 80 milhões, mas os recursos ainda estão sendo negociados. O desenvolvimento de veículos aéreos não tripulados no Brasil conta com o apoio da FINEP, através do programa de subvenção econômica, que liberou R$ 80 milhões para 31 projetos considerados estratégicos. Dentre esses projetos, foram selecionadas seis propostas relacionadas a VANTs.

    Para a Avibrás, o novo VANT tem um grande potencial de exportação para os clientes que utilizam seu sistema de lançamento de foguetes Astros II. Os usuários do sistema Astros II querem saber, com precisão, onde estão caindo os foguetes depois de lançados. Isso normalmente é feito hoje com soldados em terra e aeronaves tripuladas. A partir de agora, essa tarefa poderá ser realizada com VANTs.

    http://www.tecnodefesa.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=574:avibras-desenvolvera-novo-veiculo-aereo-nao-tripulado&catid=35:noticias&Itemid=55

  3. Pingback: Mais informações sobre o Vant da AVIBRAS « PLANO BRASIL

  4. Pingback: Projeto VANT é concluído em junho « PLANO BRASIL

shared on wplocker.com